Imigração do jovem brasileiro

NOTA 3,0

É de conhecimento geral que a tempo há algum tempo, estamos vivendo uma crise econômica em nosso país. Sendo isso Isso é uma influencia influência enorme para que que, cada vez mais mais, os brasileiros queiram migrar atrás em busca de uma vida melhor.

De acordo com a receita federal, ouve Receita Federal, houve um aumento de 80% na imigração de jovens e adultos para países como: Portugal como Portugal, Estados Unidos e Canadá, atrás de uma vida melhor.

Entretanto, nem todas as vezes a migração é um "mar de rosas" , porém porém, o jovem brasileiro não tem mais esperanças de o seu país melhorar, com cada vez menos empregos, educação baixa e saúde também, o jovem brasileiro desacridita desacredita que a um futuro de sucesso para ele no país.

Entende-se que que, com a crise atual do Brasil, a migração será cada vez maior maior, se nenhuma providência de melhora ser feita para melhorar for tomada.

Comentário geral

Texto fraco, principalmente pela sua superficialidade e falta de desenvolvimento. A linguagem está mais para o informal/coloquial do que para a escrita formal. Em termos de conteúdo, o autor não discute de fato a questão apenas se limita a apresentar o básico: a crise econômica e os problemas com educação e saúde do país levam o jovem a deixar o Brasil. Ao abrir uma caminho para problematizar a questão (afirmando que a emigração nem sempre é um "mar de rosas"), o autor simplesmente menciona isso sem mais explicações, talvez por acreditar que o lugar-comum "mar de rosas" seja autoexplicativo. Não é, porque é genérico demais! Quanto ao final, o que se pode dizer? Se nenhuma providência for tomada o problema não vai se resolver. Isso é óbvio e vale para qualquer problema, não só para a imigração.

Aspectos pontuais

1) Título: começar com um erro é sempre grave. O tema é emigração e não imigração.

2) Primeiro e segundo parágrafo: além de ser uma expressão informal e genérica, "ir atrás de uma vida melhor" repete-se duas vezes, desnecessariamente.

3) Terceiro parágrafo: a) mais uma vez, o autor apela para uma expressão da linguagem informal, sem esclarecer com precisão o que está dizendo. Por que não é um "mar de rosas"? O que acontece com os emigrantes que não se deparam com um "mar de rosas"? b) literalmente, o autor escreveu que o país pode melhorar com menos empregos, com educação ruim e com saúde idem. Na verdade, a preposição a ser escolhida era sem.

4) Quarto parágrafo: como já se comentou é óbvio e genérico.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 3,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos