Injustiça ou apenas compreensão?

NOTA 0,0

Praticar uma injustiça é totalmente imperdoável quando se pode fazer mal alguém. E o que mais se comenta nos dias atuais são é a forma com que a injustiça é praticada.

Sócrates em seu diálogo diz Em seu diálogo, Sócrates diz que preferiria sofrer do que praticar uma injustiça, e, de certa forma, praticar uma injustiça para incriminar alguém seria uma forma de não ter ou sentir pena alguma da pessoa que na qual esta que está sofrendo essa situação.

Pessoas hoje em dia já não ficam apreensiva apreensivas em fazer mal a outras, Sócrates afirma que jamais faria uma injustiça com alguém. Só que nos dias de hoje não é isso que acontece! Pessoas praticam injustiça com as outras apenas por não gostar ou por querer ser o que não é são. Acredito que se houvesse mais compreensão e tolerância não haveria tantas injustiças.

Comentário geral

 

Texto muito ruim, que demonstra não só falta de domínio da linguagem escrita, como também a dificuldade de raciocinar de um modo lógico. De toda a leitura, só se pode depreender três ideias: 1) que Sócrates preferia sofrer uma injustiça do que praticá-la, mas evidentemente essa é a ideia da proposta da redação, não é uma ideia original do autor do texto; 2) Hoje, as pessoas não pensam nem agem como Sócrates, elas são egoístas e más; 3) Se houvesse mais compreensão e tolerância, isso não seria assim. Note que 1 e 2 são as premissas e 3 a conclusão, que é completamente autônoma das premissas, em vez de decorrer delas, como exige a lógica. Resta perguntar ao autor: 1) como ele comprova a afirmação de que as pessoas do mundo contemporâneo são todas egoístas e injustas? 2) De que modo, tolerância e compreensão evitariam as injustiças? Por tudo isso, o texto não é uma dissertação, mas uma simples exposição de ideias, a maioria das quais muito confusas.

 

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: as duas frases não fazem sentido. Alguém pode fazer uma injustiça para alguém querendo fazer o bem ao injustiçado? O assunto mais comentado dos dias de hoje é a forma com que uma injustiça é praticada? Não dá para entender o que as frases querem dizer.

2) Segundo parágrafo: o que está em vermelho também não faz sentido e nem se relaciona com o que foi afirmado antes sobre Sócrates. Por que o autor fala em injustiça para incriminar alguém? O que ele tem em mente com essa expressão? É óbvio que quem comete uma injustiça o faz em benefício de seus próprios interesses e não se importa com quem vai sofrer por causa disso.

3) Terceiro parágrafo: o autor se repete ao dizer que Sócrates pensava de um jeito e que as pessoas de hoje pensam de outro modo. A última frase em vermelho apresenta uma análise muito discutível do motivo que leva alguém a cometer uma injustiça. É lamentável, mas nada se salva.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos