Matérias fundamentais

NOTA 4,0

Ao longo dos séculos séculos, o modo de como se deve ensinar uma pessoa muda, se enquadrando enquadrando-se no contexto da época. Na atual situação brasileira brasileira, tais transformações se mostram necessárias devido ao rendimento abaixo do esperado dos alunos. Porém, a reforma proposta pretendia tornar opcionais duas matérias essenciais ao ser, a educação física e a artes.

A não obrigatoriedade dessas duas competências acabaria por levá-las à extinção a longo prazo prazo, visto que um aluno optará por deixar o recinto escolar o quanto antes puder. No ensino fundamental fundamental, ainda há uma pressão por parte da mãe para que este o filho fique na escola e faça as matérias, entretanto tal prática aplicada no ensino médio não ocorrerá pois, ocorrerá, pois os alunos têm mais dependência sobre suas próprias vidas, além de obrigatoriedades externas à escola, como trabalho, ou seja, quando for necessário escolher, não só essas duas matérias ficaram ficarão em segundo plano, mas também a escola como um todo.

Além disso disso, essas são matérias fundamentais ao ser. A educação física ajuda contra problemas como a obesidade, ademais ela ainda proporciona aos jovens um novo caminho. Por exemplo, nas olimpíadas Olimpíadas, diversos atletas conheceram seus respectivos esportes através das aulas nas escolas. a artes incentiva as artes incentivam a criatividade, deixando o indivíduo não só mais inteligente mas também mais humano.

Portanto, a reforma do ensino é necessária, todavia não se pode excluir a educação física e a artes, pelo contrário, elas devem ser priorizadas tanto quanto as outras matérias. Aulas mais longas e programas como o Escola da Família são exemplos de como melhorar a educação sem desumanizá-la.

Comentário geral

Texto fraco, particularmente em termos de conteúdo. Há divagações desnecessárias, argumentos pouco consistentes e equívocos conceituais. De positivo, pode-se dizer que o conjunto é melhor do que as partes que o compõem.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) começa com uma divagação sobre uma obviedade. Não é só a educação que muda com o passar dos séculos, o que é evidente. b) Qual a relação desse fato com o fato de o Brasil precisar de mudanças na educação? Certamente, não é porque séculos se passaram. c) Ser é uma palavra cujo significado é muito amplo. Talvez o aluno tenha querido dizer ser humano e não todos os seres existentes no mundo.

2) Segundo parágrafo: a) disciplinas e competências não são sinônimos. b) Se tudo que os alunos querem é escapar da escola, então nenhuma matéria pode mudar essa situação. c) Por que só da mãe? O pai não faz pressão? Não seria melhor ter falado em pais? Usar o pronome este para referir-se a um nome que não foi dito antes é um absurdo. Este o quê? A resposta está em verde no parágrafo. d) Mais dependência? Aparentemente, o autor deveria dizer mais independência. e) De novo: se o aluno tem de abandonar a escola para trabalhar, não são as disciplinas de educação física e artes que vão fazer alguma diferença.

3) Terceiro parágrafo: a) Já comentamos acima o uso equivocado da palavra ser. b) O que o aluno quer dizer é: diversos atletas que participaram das Olimpíadas começaram a praticar as suas modalidades esportivas na escola.

4) Quartos parágrafos: como aulas mais longas resolveriam os problemas expostos?

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 4,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos