PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Janeiro/2020 Supremo Tribunal Federal e opinião pública

Redação corrigida 440

Ministros ou Césares

Inconsistente Erro Correção

César é o titulo dado aquela àquele com poder absoluto dentro da na sociedade romana os romana. Os Césares sempre despontaram em épocas de crise crise, quando o senado senado, amarrado em costumes e obrigações obrigações, não se curvava os anseios do povo séculos povo. Séculos se passaram passaram, o império Império romano caiu caiu, passamos dela idade media pela Idade Média, revoluções, e a democracia renasceu e amadureceu porem amadureceu. Entretanto, a democracia moderna pareceu mais uma vez sujeita a à sombra dos Césares.

O STF STF, a instância maior do judiciário judiciário, responsável por executar as leis dentro da leis, segundo a ideia proposta por Montesquieu Montesquieu, em sua obra "O espírito das leis", a ideia em resumo é que, em resumo, visa a evitar a concentração de poderes e por tanto e, portanto, evitaria entre outras coisas injustiças vale as injustiças. Vale ressaltar que essas ideias surgiram no contexto da revolução Revolução francesa.

Nos últimos anos, o STF STF, antes pouco citado ou mesmo reconhecido pela sociedade sociedade, passou de coadjuvante para protagonista na vida publica brasileira após principalmente dos pública brasileira, principalmente após os desenvolvimentos da Operação Lava Jato. A Essa operação colocou a publico tornou público o envolvimento de grandes nomes da política nacional envolvidos em em um escândalo de proporções enormes enormes, ao mesmo tempo em que a mídia coloca nas telas das TVs agentes da justiça obstinados a em fazer justiça a todo custo nesse custo. Nesse momento, olhos brilharam em todo o pais estavam país. Estavam ali os paladinos da justiça a caçar toda a corja de políticos.

Neste cenário cenário, o judiciário passou no imaginário popular a ocupar passou a ocupar no imaginário popular o espaço de único órgão que podia de fato executar as vontades do povo quando povo. Quando o senado Senado não faz a vontade do povo povo, pediam um Cesar, porém pediam um César. Porém, não acredito que qualquer membro do STF tenha tendência a ditadura evoco ditadura: evoco o César como ideia desse único salvador que pode resolver todos os nossos problemas.

O órgão é essencial para o que a democracia brasileira se mantenha saudável, mas não pode ser tratado como um órgão que deve interferir no legislativo e executivo Legislativo e Executivo, quando esses não agradarem parte da população isso população. Isso sim seria um caminho para uma espécie de ditadura do povo é povo. É sabido, desde a Republica de Platão "República", de Platão, que uma ditadura da maioria não por isso não deixa de ser uma ditadura um ditadura. Um César pode ser amando amado por toda a Roma, mas ainda é um ditador.

Comentário geral

O texto demonstra insuficiência no domínio da linguagem escrita. É confuso por diversas razões conforme se verá mais detalhadamente a seguir.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, o texto demonstra insuficiência, pelo grande número de erros, em especial os de pontuação, que contribuem para o caráter confuso, quase caótico da redação. Há uma redundância quando se diz que os "agentes de justiça fazem justiça", e uma ambiguidade (o órgão) no parágrafo final, pois, no parágrafo anterior, o autor mistura o passado (romano) com o presente (STF), de modo que não se sabe a que órgão ele se refere.
  • 2) O autor se esforça para desenvolver o tema, mas a digressão histórica, remontando ao Império romano, é confusa e equivocada historicamente. Há outros equívocos conceituais, como dizer que o Judiciário é responsável pela execução das leis. O judiciário julga casos e interpreta as leis.
  • 3) A confusão linguística se soma com a confusão conceitual e é difícil entender onde o autor quer chegar. Aparentemente, ele parece afirmar que as ditaduras são condenáveis e que o nosso STF não é ditatorial. Para chegar a isso, o leitor precisa ler e reler o texto, atento às minúcias que podem ser capturadas entre as muitas digressões.
  • 4) O uso de recursos coesivos entre parágrafos só aparece a partir do terceiro parágrafo. Mesmo assim a unidade do texto é suplantada pelos problemas linguísticos, os equívocos conceituais e a falta de pontuação.
  • 5) A conclusão é caótica, mas se salva pela coerência com o ponto de vista do autor, apontado no item 3.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 440

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.