Mix de Negligências

NOTA 6,5

Certamente, um dos maiores impactos desastres ambientais brasileiro brasileiros aconteceu no dia 5 de novembro de 2015 2015, na cidade de Mariana, quando a barragem do Fundão se rompeu e acabou por danificar também a de Santarém. Muitos questionamentos surgiram sobre as causas do problema, porém poucas respostas foram apresentadas. Negligência por parte da empresa responsável pela mineradora, fiscalizadora ou fatalidade. Teria havido negligência da mineradora e da fiscalização ou uma fatalidade? O debate sobre o trágico acontecimento, envolve acontecimento envolve uma questão que representa interesses diversos. Nesse contexto, existe a necessidade de entender porque por que não houve uma medida de alerta pela Samarco, assim que foi identificado o rompimento, em consonância com a avaliação do processo de bem como saber se houve falhas da fiscalização pelos dos órgãos governamentais DNPM e FEAM, e saber se se todas as normas foram seguidas.

Em primeiro plano lugar, pode-se podem-se observar os relatos de alguns dos "moradores heróis" que que, ao tomar conhecimento do acidente acidente, começaram a avisar os demais habitantes da região, alertando do perigo o qual estava por vim que estava por vir, pelo telefone, pessoalmente e de todas as formas possíveis. Nessa linha de raciocínio, surge uma pergunta, porque não foi disparada nenhuma medida de alerta pela companhia? Provavelmente, este esta não existia.

Se for confirmada a inexistência de atos de alerta alarmes em caso de urgência, a Samarco estaria cumprindo todas as normas de fiscalização dos órgãos? A resposta é Não é: não! O impacto ocasionado é imensurável, a lama que atingiu as regiões próximas à barragem formou uma espécie de cobertura no local. Quando secar, formará uma camada de "cimento", que impedirá o desenvolvimento de muitas espécies animais, além de vegetais, sendo assim de modo que o solo tende a ficar pobre em matéria orgânica, logo tornará, orgânica e logo tornará a região infértil.

De modo a garantir a reparação dos danos materiais da população, algumas medidas devem ser tomadas. O Governo Federal deve aplicar multa com o intuito de restituir os bens perdidos e os danos ambientais causados, portanto, este crédito causados. Este crédito, portanto, deve ser empregado na construção de casas e pensões mensais para as famílias, além de ações que tentem minimizar o choque ambiental. Em adição Adicionalmente, seria ideal a população receber acompanhamento médico prolongado com a intenção de avaliar se o contato com os dejetos rejeitos de minério podem causar algum risco no futuro, se sim, combate-lo futuro e, em caso positivo, preveni-lo.

Comentário geral

Texto bom, apesar de prolixo e com muitos problemas de linguagem. O autor teve dificuldades em introduzir o assunto no primeiro parágrafo, que é muito longo e apresenta inconsistências, mas, em seguida, o texto "engrena" e prossegue, com fluência e adequação, até o final. Em termos de linguagem, muitas vezes, o autor escolhe vocábulos inadequados, aparentemente para dar um tom mais culto a suas reflexões, mas o resultado é contraproducente, pois cria ambiguidades e obscuridades. A argumentação apresentada tem uma lógica que parece a de detetives de romances policiais: a partir de uma primeira pista (o alarme dado pelos <b>moradores heróis</b>) o autor vai deduzindo toda a série de problemas e apontando os culpados. É o que há de melhor no texto.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) É o caso de dizer por que se trata de um dos maiores desastres ambientais, ou seja, de falar das consequências do desastre para caracterizá-lo. Isso ficou faltando na introdução. b) Todo o resto do parágrafo, poderia ser resumido à questão: ocorreu uma fatalidade ou negligência da mineradora e dos órgão de fiscalização? Ou seja, o autor deixou de apresentar informações necessárias e, depois, se estendeu demais para colocar a questão que responderá no restante do texto. c) O que o autor quer dizer com uma questão que representa interesses diversos? Que questão é essa? Que interesses são esses?

2) Quarto parágrafo: o uso de vocábulos inadequados, aqui, chega ao extremo: dejeto significa fezes e, evidentemente, minérios não defecam. A correção está em verde no próprio parágrafo.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,5
Nota final 6,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos