Mudar desde a base

NOTA 3,5

Tem se evidenciado nos últimos anos que a população ao construir sua opinião sobre um político baseia-se principalmente na corrupção. Ainda que a crítica que tecem seja, muitas vezes, verídica, é importante não se esquecer de que, em sua maioria, todas elascometeram algum tipo de corrupção durante sua vida.

Corrupção envolve mentira, enganação, ou seja, qualquer coisa que se desvie da verdade. As pessoas tendem a atribuí-la apenas ao governo, ao alto escalão do poder, não que eles estão livres ele esteja livre de praticá-lo la, pelo contrário, temos, por exemplo, a Operação "Lava Jato" que veio a mostrar quão grande é a corrupção política brasileira. No entanto entanto, o povo contribui para esse índice, como quando aceitam um favor, envolvendo ou não dinheiro em troca de seu voto.

Todavia, não é só no meio político que ela a corrupção está presente. Ao usar Usar de artimanhas com o intuito de conseguir benefícios, também são considerados atos corruptos benefícios também é considerado um ato corrupto. Por exemplo, furar filas, solicitar favores (nos casos os quais sabem não serem corretos em casos em que eles não deveriam ser prestados), induzir pessoas a erros para que assim os indutores se beneficiem em benefício próprio. As atitudes cotidianas mostram a população se auto-sabotando autossabotando ao dizer que se deve acabar com a corrupção brasileira.

Por isso a corrupção não deve ser observada apenas no meio político Portanto, não de seve acreditar que a corrupção exista somente no meio político, mas sim em todas as camadas da população. Mudar as atitudes do dia a dia seria o primeiro passo para alterar a base da sociedade e propor um meio melhor de construir e governar um país.

Comentário geral

Texto fraco. O autor se limita a apresentar uma tese no primeiro parágrafo e a repetir essa tese, com outras palavras, nos parágrafos seguintes. Ou seja, ele diz quatro vezes que, quando se fala em corrupção, não se pode pensar somente nos políticos, pois ela está presente também no cotidiano da população. Contudo, no último parágrafo, apesar da repetição, ele faz uma proposta de solução coerente. Então, digamos que o primeiro e o último parágrafo se salvam. Mas infelizmente não são suficientes para elevar a nota que o texto leva.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) o parágrafo começa com uma frase ambígua, que aparentemente quer dizer que a população avalia os políticos levando em conta principalmente o seu envolvimento com casos de corrupção. É uma afirmação difícil de sustentar, porque há muitos e muitos corruptos notórios que não só são eleitos, mas reeleitos diversas vezes. b) Em seguida, destacam-se os erros de concordância assinalados em vermelho: o sujeito singular é população, mas as referências a ela passam a ser feitas no plural. Entende-se o que o autor está dizendo, mas se a concordância fosse observada o texto ficaria mais claro e adequado.

2) Segundo parágrafo: mais concordância inadequada: o povo... aceitam...

3) Terceiro parágrafo: a) Todavia é uma conjunção adversativa e teria sido corretamente usada se o autor, nesse parágrafo, fosse dizer algo contrário ao que ele disse anteriormente. Todavia, o que ele diz é a mesma coisa. b) A população não está se autossabotando ou fazendo qualquer coisa que a prejudique (pois é esse o significado de sabotar). O que a população faz é agir contraditoriamente, talvez hipocritamente, ao condenar a corrupção alheia.

4) Quarto parágrafo: começa com uma repetição sintética do que foi dito nos outros parágrafos, mas de um modo pouco claro, ambíguo. Não se trata de observar nada, mas de fazer uma constatação, como sugerimos em verde. 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 3,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos