Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Março/2019 Cantar ou não cantar o hino nacional? Eis a questão...

Redação corrigida 920

Nacionalismo e símbolos nacionais

Inconsistente Erro Correção

O maior momento nacionalista, no Brasil, ocorre de quatro em quatro anos durante a Copa do Mundo, sob esses viés, Mundo. Por essa perspectiva, não é errôneo considerá-lo uma pátria carente de amor. Por causa dessa lacuna, o ministro da Educação propôs a execução do hino nas escolas, como forma de valorizar os símbolos nacionais. No entanto, em um país cheio de problemáticas problemas, bandeiras e hinos não despertam real patriotismo.

Segundo Émille Émile Durkheim, o indivíduo só pode agir à medida que possui conhecimento sobre suas origens e o contexto em que está inserido. Em analogia ao pensamento desse sociólogo, o brasileiro nunca será nacionalista enquanto permanecer ignorante à da sua cultura e à da sua realidade. Dessa forma, antes de hastear uma bandeira, é necessário cidadãos críticos e conscientes de todas as desigualdades sociais, econômicas e de direitos que permeiam o país.

Não bastasse isso, o Estado brasileiro falta com muitos dos seus deveres fundamentais. Por conseguinte, dessa irresponsabilidade, existem Em consequência dessa irresponsabilidade, existem centenas de escolas com estruturas precárias, de profissionais desempregados ou com salários atrasados e de postos de saúde sem medicamentos. Embora diversos expoentes do movimento modernista tenham tentado fomentar uma identidade nacional, enquanto não houver educação, segurança e saúde de qualidade, o brasileiro não será suscetível ao patriotismo somente cantando por cantar o hino nacional.

As instituições educacionais, portanto, devem trabalhar em conjunto para nutrir o sentimento de pertencimento à pátria na população corretamente, visto que este é de suma importância para a construção da democracia e para a promoção da cidadania. De maneira que, para tal, a escola deve dar destaque e incentivo a aulas como as de história e filosofia filosofia, tornando-as interdisciplinares com a atualidade e críticas com o estudo crítico de atualidades. Além de disso, promover a participação política e social do indivíduo a fim de mantê-lo ativo no seu papel cidadão enquanto garante que o governo cumpra a Constituição.

Comentário geral

Texto muito bom, prejudicado por problemas pequenos, mas em quantidade significativa. Optamos por não lhe atribuir a nota máxima com o intuito de levar o autor a refletir sobre as considerações que foram feitas.

Competências

  • 1) O texto só não tira a pontuação máxima neste quesito devido à quantidade de erros gramaticais, que não é pequena, embora se trate de erros de pouca gravidade. O autor, de qualquer modo, demonstra um bom domínio da linguagem formal escrita.
  • 2) O autor compreendeu o tema e dissertou sobre ele, cumprindo plenamente as exigências desse quesito.
  • 3) A argumentação é um pouco inconsistente. Sim, não basta cantar o hino para desenvolver o patriotismo nos brasileiros. Mas também não se pode esperar a resolução de todos os problemas nacionais para tomar medidas que incentivem o patriotismo. No afã de criticar os problemas do país, o autor deixou de perceber que as duas coisas - educar o cidadão e cantar o hino - podem ser feitas simultaneamente.
  • 4) Aqui também o autor merece a nota máxima, pois demonstra conhecer os recursos linguísticos que dão coesão ao texto.
  • 5) As sugestões de intervenção são coerentes com a argumentação. Há apenas uma confusão conceitual assinalada em vermelho: o cidadão não é responsável por garantir o cumprimento da Constituição pelo governo (poder Executivo). Isso cabe ao poder Judiciário.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 200
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 160
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 200
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 200
Nota final 920

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.