Negligência - Qualidade Humana

NOTA 5,0

No cotidiano humano, a ocorrência de desastres - tanto de origem natural quanto antropomórfica antrópica - é fato banal. Diariamente somos bombardeados, entretanto, por fenômenos calamitosos que, por via de regra, poderiam ser evitados. O desastre de Mariana é, nesse sentido, uma pequena parcela do estrondoso iceberg de negligências que ao invés de servir de alerta, parece cai ao cair no esquecimento.

Chernobill Chernobil; explosão na usina de Fukushima. Fukushima; Golfo do México; sucessivos vazamentos de petróleo no litoral carioca. A imensa massa de tragédias de caráter similar que percorrem ocorrem e se acumulam durante os anos nada mais faz do que afirmar o desmazelo que o homem carrega em suas costas. Nesse sentido, a negligência torna-se uma virtude e o ato de negligenciar, associado a repetição do mesmo, é tal qual uma honra.

A tragédia de Mariana é, mais uma vez, fruto desse agouro da civilização. As mentes por trás desse, assim de como grande parte de ocorrências do tipo, são corporações que sonegam suas ações desprovidas de planejamento ambiental e social, através da propaganda e, até quem sabe -, os e até, quem sabe, dos benefícios temporários: emprego, dinheiro... Contudo, a imediata ação - privada de burocrática razão - leva a desastres,tais como este.

Ter os pés no Chão chão para prevenir o pior é uma qualidade que está em escassez no mundo. Apesar disso - no Brasil - através da fiscalização severa por órgãos já existentes quanto ao cumprimento e a regularidade sustentável das multinacionais e empresas que envolvem zonas ambientais, esse fato pode ser revertido. Concomitante Concomitantemente, a propagação de um sistema de educação baseado na ética e na consciência e respeito para com à terra a Terra é fundamental. Com isso, quem sabe, deixaremos de negligenciar o passado e enfim aprender com os nossos erros.

Comentário geral

O texto tem muitos problemas, mas, apesar deles, o autor consegue comunicar seu ponto de vista, responsabilizando a negligência do ser humano pelas inúmeras catástrofes ambientais que têm ocorrido no mundo. Por outro lado, não há como não levar em conta a gravidade dos problemas apontados em vermelho, que puxam a nota para baixo.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: aparentemente, o autor quer dizer que todos nós somos bombardeados por notícias de fenômenos calamitosos e não pelos próprios fenômenos, que afetam somente localidades específicas.

2) Segundo parágrafo: a) o desmazelo que o homem carrega nas costas é uma expressão coloquial e inadequada. Bastava falar em desmazelo do homem. b) Afirmar que a negligência se torna uma virtude e a repetição do desmazelo, uma honra é um exagero despropositado. Basta ver o noticiário sobre Mariana: procuram-se os culpados, cobram-se as responsabilidades, exigem-se atitudes da mineradora para compensar os prejuízos, etc.

3) Terceiro parágrafo: a) agouro da civilização é uma expressão sem sentido. Talvez o autor queira falar em sina, má sina, destino, da civilização. b) Desses, apenas, nesse contexto, não faz sentido. O autor deveria ter dito desses desastres ou dessas catástrofes. c) O trecho final é totalmente obscuro. É impossível entender, por exemplo, o que o autor chama de burocrática razão.

4) Quarto parágrafo: a frase em vermelho é muito confusa e cheia de equívocos. Ficaria mais clara se reescrita assim: Apesar disso, no Brasil, fatos como esse de Mariana poderiam ser evitados, por meio de fiscalização severa pelos órgãos competentes, no que se refere ao cumprimento e à sustentabilidade das multinacionais e empresas que possam provocar danos ambientais.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 5,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos