No Brasil a intolerância assume uma larga escala de forma camuflada.

NOTA 4,0

Intolerância religiosa não se resume a ações armadas, a intolerância religiosa é qualquer ideologia ou ação de ódio ou violência direcionada a um indivíduo por causa da sua crença, ou falta de uma crença. E isso é algo que a muito tempo faz parte do cotidiano brasileiro de forma ampla e camuflada.

A intolerância religiosa é algo presente no Brasil desde o sec. século XVI, com a repressão das crenças indígenas e se seguiu com a coibição das religiões de origem africana, pois ambas possuíam doutrinas diferentes da religião imposta pelos portugueses.

Com o passar do tempo tempo, foi se disseminando a ideia de que a intolerância religiosa era algo inapropriado inapropriado, uma vez que não condiz com o ideal de "liberdade de pensamento" adotado pelas Nações Unidas, então, o que no sec. século XVI era declarado como normal e plenamente aceito, no sec. século XXI é malvisto, no entanto essa mudança de pontos de vista não anulou tais ações, apenas fez com que os seus praticantes camuflassem suas práticas.

Agora, o que se encontra no Brasil são inúmeros grupos religiosos de diferentes denominações, que de forma hipócrita hipócrita, com a justificativa de liberdade de expressão e opinião, através de um discurso implicitamente intolerante, se atacam entre si, denegrindo a imagem e crença um do outro.

Comentário geral

Texto razoável, com equívocos conceituais e uma argumentação que não convence, pois não comprova com fatos que a prática ocorra em larga escala nem que seja camuflada. Não basta colocar o advérbio implicitamente para garantir que a prática é camuflada. Além disso, o fato que deu origem à proposta de redação foi uma agressão que nada teve de camuflada. Finalmente, o texto é incompleto também por não apresentar sugestões de solução para o problema. Notar que os problemas são fundamentalmente de conteúdo.

Aspectos pontuais

1) Título: enorme. Um título deve ser sintético.

2) Primeiro parágrafo: a) Ninguém afirmou que a intolerância religiosa se resume a conflitos armados. Isso é uma interpretação equivocada do que é dito na proposta de redação. b) Intolerância não é ideologia. Há ideologias que promovem a intolerância, seja racial, religiosa ou política. Por sinal, ideologia é uma palavra que os alunos adoram usar, sem conhecer seu significado correto. Vale a pena consultar o dicionário.

3) Segundo parágrafo: não vale a pena abreviar a palavra século, mas, se é para abreviar, abrevia-se mantendo o acento agudo: séc..

4) Terceiro parágrafo: aqui há uma enorme confusão de ideias. Ninguém condena a intolerância religiosa por ser contrária a um suposto ideal de pensamento das Naçõs Unidas. Em primeiro lugar, intolerância religiosa, no Brasil, é crime de ódio. Em segundo lugar, em certos países, como a Arábia Saudita, a intolerância religiosa é legal, ou seja, é determinada por leis do país. Entre o século XVI e o século XXI, muita coisa aconteceu e bem antes do surgimento da ONU. Os primeiros escritos sobre a intolerância religiosa datam do século XVII e se encontram nas obras de filósofos como John Locke.

5) Quarto parágrafo: essa ideia de que existe um discurso implícitamente intolerante é até aceitável, mas o autor poderia dar pelo menos um exemplo para deixar claro o que ele quer dizer.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 4,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos