Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Agosto/2019 Criptomoeda: tecnologia e revolução econômica

Redação corrigida 440

O avanço da tecnologia

Inconsistente Erro Correção

Muito se tem discutido, sobre discutido sobre o avanço da tecnologia no mundo contemporâneo. Grandes inovações estão sendo desenvolvidas e criadas, para facilitar e agilizar máquinas e transições transações econômicas. Podemos perceber o progresso da tecnologia, pelo nosso dia a dia, pela simplicidade de realizar tarefas, em tarefas em que utilizamos apenas celular e aplicativos.

Pode-se mencionar, por exemplo, a criação da criptomoeda, que substitui o dinheiro. Todos esses aspectos estão vinculados ao uso da internet, como compras e venda vendas online e pagamentos. Esse aperfeiçoamento é controlado por redes de usuários, o que impede o trabalho de uma instituição financeira.

Em uma segunda análise, convém lembrar-se das agências bancárias, pois se a verdadeira revolução acontecer, as mesmas serão inexistentes, sem nenhuma utilidade. Tudo isso, são isso são fatos que jamais imaginamos que iriam ocorrer, por ser algo em nenhum momento presumido.

Em virtude dos fatos mencionados, nós, como cidadãos brasileiros, devemos pensar o no que seria melhor para todos, não se nos esquecendo das pessoas que trabalham em bancos, visto que, podem que podem ficar desempregados. Dessa maneira, todos podem ser beneficiados.

Comentário geral

Texto insuficiente: linguagem simplista, conteúdo superficial, inexistência de uma estrutura dissertativa propriamente dita.

Competências

  • 1) A linguagem está na média dos estudantes brasileiros, que é baixa, diga-se. Há chavões, como "muito se tem discutido", que precisam ser evitados. Igualmente, falar em "segunda análise" onde não houve uma primeira. Mas o pior é a tautologia: não imaginamos que isso ia acontecer, pois nunca presumimos isso.
  • 2) A abordagem do tema é mais descritiva do que dissertativa. O autor enuncia os fatos relativos às criptomoedas com suas palavras, replicando o que já estava dito na proposta e manifestando preocupação com o desaparecimento das agências bancárias e dos empregos que elas geram. Convém lembrá-lo de que isso já acontece com o simples fato de se poder movimentar uma conta bancário, com dinheiro convencional, via internet.
  • 3) A argumentação, se é possível chamá-la assim, é equivocada, pela razão apontada no item anterior.
  • 4) Redações que não primam por um conteúdo argumentativo costumam não apresentar um uso adequado dos recursos coesivos. É o que acontece aqui.
  • 5) A sugestão é tão ingênua quanto a abordagem que o autor fez do tema. Pensar nos bancários e nos lembrarmos deles, na prática, não resolvem nenhum problema.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 440

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.