PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Novembro/2018 A onda conservadora e o Brasil nos próximos anos

Redação corrigida 480

O Brasil é conservador

Inconsistente Erro Correção

Nunca se falou tanto no país em direita e esquerda, em conservadorismo e liberalismo, talvez, depois de 1964, temos 1964. Temos a maior polarização política nesses últimos tempos, em tempos. Em 2010, era considerado quase um crime se declarar de direita, com direita. Com isso surgiram dois grandes problemas, o primeiro é que o Brasil é um país conservador, o segundo é que em consequência deste desse conservadorismo, algumas ideias liberais modernas dificilmente serão bem recebidas.

Em 2010, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou o censo sobre religião declarando que o 86,8% do Brasil é cristão 86,8% dos brasileiros são cristãos, em sua maioria católica. Isto Isso, por si só, já prova o quanto o país é conservador, em conservador. Em agosto de 2018 2018, o Datafolha publicou uma pesquisa onde em que 59% dos brasileiros eram contra a legalização do aborto. Alguns comentaristas políticos políticos, durante uma programação na rádio Jovem Pan de São Paulo, pouco antes das eleições, tinham afirmado que estas seriam decididas em por pautas morais.

Consequentemente Consequentemente, o lado mais liberal dessa história foi perdendo espaço, pra espaço. Para se ter uma ideia ideia, o país está com mais de 13 milhões de desempregados, segundo o IBGE, mas a população parece está mais preocupada é em com assuntos como: casamento como o casamento gay, o aborto, a pena de morte, armamento e o desarmamento, entre tantos outros. Um importante fator para a decadência da esquerda brasileira foram as mídias redes sociais, pela qual a população passou a acompanhar mais de perto o passo a passo deste movimento e viu que suas ideias feriam os seus princípios.

Diante disso disso, está mais do que provado que o Brasil é um país conservador e que não vai, pelo menos nos dias atuais, se amoldar a esse sistema liberal que bate de frente com seu moralismo, quem sabe talvez daqui a uns 50 anos isso pode mudar, mas a única certeza que se pode ter é que o país não quer negociar seus princípios, as eleições presidenciais de 2018 provaram que os números estatísticos estão certos pois certos, pois.

Estas eleições estavam bem polarizadas entre conservadorismo e liberalismo.

Comentário geral

Texto fraco, redundante, do qual se extrai basicamente uma ideia: o Brasil é conservador porque a maioria de sua população é moralista. De resto, há um grande equívoco conceitual, ao se falar na dualidade conservador e liberal. Em tese, trata-se de polos opostos. Na prática não. Hoje, tanto conservadores quanto liberais enquadram-se na direita, enquanto a esquerda pertence aos socialistas e progressistas. Esse equívoco destrói o texto porque se encontra centro do raciocínio do autor. Mas ainda há mais problemas graves, porque, mais do que uma dissertação argumentativa, o texto é uma dissertação expositiva, em que o autor se limita a constatar interpretações de fatos sobre a realidade brasileira.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) como já se disse, essa oposição conservador/liberal é equivocada no contexto do Brasil atual. b) Por que o país ser conservador é um problema? Cabe ao autor dizer? De resto, parece que o autor entende o conservadorismo como causa do segundo problema, que é não receber bem ideias liberais. Ou seja, o autor considera o conservadorismo problemático em si mesmo e de um modo maniqueísta.

2) Segundo parágrafo: a) por que ser cristão é prova de ser conservador? Quais seriam as religiões progressistas, se é que elas existem? Ser ateu é ser anticonservador? Se preocupar com a moral é ser conservador? Pode até ser, mas o autor deveria explicar os motivos.

3) Terceiro parágrafo: a) “o lado mais liberal dessa história”? Como assim? De que história? Na verdade, o autor quer se referir a uma parte da sociedade. b) Difícil dizer que a população acompanhou “passo a passo” o movimento da esquerda e descobriu que não se identifica com ela? As redes sociais, no caso específico das eleições, foram decisivas porque o presidente eleito e seus apoiadores souberam utilizá-las para fazer sua campanha.

4) Quarto e quinto parágrafos: o autor repete que o conservadorismo é moralista e que as estatísticas comprovam que o Brasil é conservador. Concluir dizendo que as eleições foram polarizadas é evidenciar o que já estava evidente ao longo de todo o texto.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 480

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.


PUBLICIDADE