Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Maio/2019 O que é mais importante para vencer na vida?

Redação corrigida 320

O caminho do sucesso

Inconsistente Erro Correção

O caminho do sucesso

É de fundamental importância, destacar importância destacar como os brasileiros possuem dificuldades em se manter bem no mundo atual. A sociedade em comum comumente é diversificada quando se comenta em termos de fala sobre dinheiro, estudo, trabalho e fé religiosa. Cada indivíduo emprega seu modo de viver, da viver da melhor maneira possível em todos os aspectos da vida cotidiana. Pessoas em geral, acham geral acham que só têm tem uma vida excelente, ou seja, que não passam passa dificuldades, quem realmente estudar e ter tiver uma profissão para poder exercer exercer.

Atualmente, observa-se que está cada vez mais dificultoso difícil de se preservar sobreviver com salários pequenos, miseráveis que não pagam parte das dívidas despesas cotidianas. É um fato assustador, pois dependemos de várias coisas para viver adequadamente. Pode-se mencionar, por exemplo, farmácia, alimentação, moradia, energia, água, dentre outros energia e água, entre outras. Todos nós necessitamos de tudo isso para sobreviver, então é preciso que tenhamos uma vivência agradável.

Levando em consideração esses aspectos, evidenciamos que o estudo é de fundamental importância. Desse modo, com estudo, dedicação e batalha, alcançaremos o sucesso desejado.

Correção geral

Lamentavelmente, o texto é muito fraco, em especial em termos de conteúdo e de estrutura dissertativa. O autor não apresenta uma tese e a defende, apenas faz divagações desconexas sobre o tema.

Competências

  • 1) O autor tem uma dificuldade de se expressar que pode ser verificada, por exemplo, nas tentativas de definir o que é "vencer na vida". Ele fala em "manter-se bem", em "empregar seu modo de viver da melhor maneira possível", "ter uma vida excelente", "viver adequadamente" e "ter uma vivência agradável". Nenhuma dessas expressões esclarece de fato o significado da expressão "vencer na vida".
  • 2) Há uma compreensão do tema, mas muito superficial. Além disso, ao dizer que as "pessoas em geral" acham que o estudo e o trabalho são decisivos para ser bem-sucedido, ele contradiz a pesquisa que originou a proposta de redação, mostrando que não entendeu o que leu.
  • 3) Não há uma argumentação que defenda a ideia de que o estudo e a profissão são fundamentais para ser bem sucedido. Há uma espécie de "fluxo de consciência", em que se despeja no papel todas as ideias relacionadas ao tema, sem articulá-las para construir um raciocínio.
  • 4) Não há coesão. As frases e os parágrafos não são articulados por meios de recursos coesivos da linguagem.
  • 5) A conclusão não decorre das premissas e note-se que, além do estudo, o autor ainda relaciona "dedicação e batalha", sobre os quais ele não tinha falado nada ao longo do texto, como fatores para vencer na vida. Mas, se esses dois fatores são importantes, por que o autor não discorreu sobre eles?

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 20
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 20
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 320

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.