O diferente que faz parte da gente

NOTA 3,0

Brasileiros Os brasileiros podem ser considerados por estrangeiros e até por nós, um nós mesmos como um povo leigo, algo que já está sendo considerado da nossa cultura, pois comumente é visto notícias, em são vistas notícias em que pessoas entram em brigas, que podem evoluir para casos gravíssimos, por motivos que poderiam ser resolvidos de modo diplomático civilizado, com uma simples conversa.

Os nossos representantes na política brasileira, são são exemplos simples de casos em que a argumentação deveria estar acima de tudo, contudo porém, quando têm votações, reuniões e assembleias facilmente é mostrado se vê que essas pessoas que comandam nosso pais país não sabem nem resolver de modo argumentativo resolver suas divergências por meio de argumentação, muito menos respeitam as opiniões que divergem as suas.

Têm casos que podem ser vivenciados diariamente por qualquer pessoa que frequenta as redes sociais, pois sempre há manifestações de opiniões, que se polarizam, e ao invés de ser discutidas expondo seus pontos de vista e respeitando aos outros, estes são xingados e ofendidos sem mesmo ter a chance de expor seus pensamentos. onde sempre se manifestam opiniões, que acabam se polarizando. Em vez de exporem seus pontos de vista e respeitarem os dos outros, os internautas parecem preferir trocar xingamentos e ofensas, sem dar a ninguém a chance de expor seus pensamentos.

Mas acima de tudo esse povo acolhedor tem que aprender a respeitar o que é diferente para ele, assim irá entender o outro lado, e consequentemente poderá mostrar o que na sua opinião não está correto, um gesto simples que começa nas escolas e evolui para a vida.

Comentário geral

 

Texto muito fraco, que demonstra incompreensão da proposta: não é uma carta, nem diz como deve ser um debate para que ele seja construtivo e produza conhecimentos. Limita-se a falar da necessidade de respeitar o outro no parágrafo final. Há muitos erros gramaticais e trechos em que o autor revela dificuldade em descrever situações ou narrar fatos. Nota-se o esforço do autor em expor seu ponto de vista sobre um tema (que não é propriamente o tema proposto) e em argumentar apresentando exemplos que justifiquem o que ele afirma no primeiro parágrafo. Isso é o que de melhor se pode encontrar na redação, mas, infelizmente, não é o bastante para lhe garantir uma nota mais alta.

 

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: a) por leigo o autor quer dizer ignorante e há uma diferença significativa entre os dois adjetivos. b) Notar a desnecessária repetição das locuções verbais ser considerado/estar sendo considerado. c) Ser ignorante faz parte da nossa cultura, segundo afirma o autor. Que cultura será essa, caracterizada pela ignorância? Isso é um contrassenso.

2) Segundo parágrafo: se o autor fala em nossos representantes na política e, por nossos, entendemos que ele está se referindo a todos nós, brasileiros, não é necessário dizer que se trata de política brasileira. Não temos nossos representantes, por exemplo, na política alemã.

3) Terceiro parágrafo: o trecho que reescrevemos em verde apresenta uma quantidade de erros e problemas de linguagem tão grande, que é impossível fazer pequenas correções. A única solução é reescrever tudo.

4) Quarto parágrafo: a) o clichê esse povo acolhedor está totalmente deslocado no contexto em que se encontra, além do fato de ser um clichê. b) Infelizmente, a conclusão é ingênua demais, revelando a falta de maturidade do autor, que faz uma análise superficial e simplista do problema proposto no tema da redação.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 3,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos