Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Julho/2019 A ciência na era da pós-verdade

Redação corrigida 520

O fato de negar os fatos

Inconsistente Erro Correção

A palavra "pós-verdade" foi definida como o termo do ano segundo o dicionário de Oxford em 2016. Ela representa uma época em que os fatos objetivos têm menos influência e importância que os apelos às emoções e crenças pessoais. Dessa forma, grandes veículos de comunicação estão passando por uma crise de credibilidade, onde em que as pessoas passam a duvidar e questionar fatos sólidos. Nesse contexto, nem mesmo a ciência passa despercebida e acaba tendo uma desconfiança popular, culminando na disseminação de notícias falsas e na desinformação da sociedade.

À medida que as pessoas passam a dar mais valor à sua subjetividade, a circulação de notícias falsas tendem tende a aumentar, já que elas se constroem muito facilmente nas redes sociais que são muito presentes na vida moderna. Para ilustrar o tema, temos como exemplo o movimento terraplanista, propagado pelo norte-americano Eric Dubay. As primeiras ideias começaram a ser discutidas no YouTube e Facebook nos Estados Unidos, que alcançou alcançando mais de 100 mil seguidores. Fica nítido que as conquistas científicas que comprovam a esfericidade da Terra são superadas por um discurso persuasivo, através do qual vários indivíduos julgaram correto de acordo com sua percepção.

Com a avalanche de notícias e opiniões que nos cercam todos os dias nas mídias, tornou-se automático distinguir o verdadeiro do falso, gerando desinformação na sociedade. Para o historiador Leandro Karnal, a pós-verdade é uma "seleção afetiva de identidade", em que as pessoas se identificam com as notícias que melhor se adaptam aos seus conceitos. Ou seja, ainda no exemplo do movimento terraplanista, mesmo a esfericidade da Terra sendo refutavelmente comprovado irrefutavelmente comprovada pela ciência, há quem leia os argumentos de Eric Dubay e os abrace como verdadeiros de acordo com seu atual nível de noção. Dessa forma a sociedade vai ficando desinformada uma vez que cada um chega em um consenso diferente.

Portanto Portanto, é necessário necessária a construção de uma hierarquia de saberes que seja respeitada por todos todos, para que não haja uma exacerbação de ideias e conceitos distintos que possam atrasar a evolução tecnológica da ciência. É inegável que a informação chega a muitas pessoas e, com tantas opções de escolher uma veracidade, as escolhas individuais acabam sendo influenciadas com base no conforto e acolhimento de um grupo social. Por isso é importante que pessoas qualificadas em conhecimentos determinem minunciosamente através de métodos e técnicas as verdades, para que elas possam ser globalmente confiáveis.

Comentário geral

Texto razoável, que peca pela prolixidade, obscuridade e confusão. O todo, com certeza, é melhor do que as partes analisadas isoladamente.

Competências

  • 1) É difícil determinar se a prolixidade do autor gera sua linguagem confusa ou se a confusão da linguagem gera a prolixidade. De qualquer modo, falta clareza e sobram trechos obscuros em praticamente todos os trechos assinalados em vermelho.
  • 2) O autor teve uma compreensão vaga do tema e se esforçou para desenvolver uma dissertação, que atribui o descrédito da ciência ao excesso de informações e à difusão da pós-verdade.
  • 3) Há pontos extremamente inconsistentes. Por exemplo: a) se a adistinção entre verdadeiro e falso se torna automática, aparentemente seria mais difícil difundir notícias e informações falsas. b) O que significa "nível de noção"? c) Se há consenso, não há diferença ou divergência e "consenso diferente" é uma contradição em termos. d) "opções de escolher uma veracidade"? O que significa isso?
  • 4) Apesar da prolixidade, o autor consegue, até certo ponto, encadear os parágrafos e desenvolver um texto aparentemente coeso.
  • 5) A sugestão de intervenção é vaga, mas, de qualquer forma, não leva em conta que o descrédito da ciência é o descrédito dos cientistas e dos métodos científicos, que o autor supõe solucionar o problema sendo simplesmente mais "minuciosos".

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 520

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.