O mal de sempre culpar o outro

NOTA 6,5

A Samarco, uma empresa mineradora a qual o cujo nome esta está relacionado com o maior desastre ambiental do Brasil, ultimamente, aparece nos noticiários como causadora da contaminação do Rio Doce e perda de vidas humanas. Porém, a responsabilidade disso tudo não pode ser totalmente depositada na empresa, visto que pois o governo também possui uma parcela de culpa.

Nenhuma empresa de risco ambiental se instala em algum município sem a autorização das suas autoridades. Antes disso, acontece uma analise análise, no caso da Samarco, de como será construído construída uma barragem. O projeto foi apresentado e infelizmente foi aprovado pelos políticos.

A estrutura das barragens foi construida construída utilizando uma técnica de níveis de camada de terra, em que que, a cada nível aumentado, ocorre um deslocamento na direção da lama represada. Entretanto, essa técnica esta está em desuso nos países desenvolvidos por oferecer riscos de rachamento, e rachadura e, consequentemente, de desabamento.

O desastre ocorrido em Bento Rodrigues, é Rodrigues é uma amostra do porque porquê de o governo deve dever dar maior atenção a certos tipos de investimento que pode podem afetar a população e o meio ambiente. Não se deve pensar, somente, em lucro com receita, porém, em um no todo, em todos os que poderão ser atingidos por um desastre.

Em suma, é notória o notório quanto a "avalanche" avalanche de lama prejudicou tanto] a natureza, quanto quem vive dela, como os pescadores. Por causa disso isso, é preciso que o governo tenha mais cautela ao decidir algo que pode afetar a muitos. É necessário analisar, fiscalizar severamente projetos e empresas, cujo funcionamento pode trazer sérios problemas para o meio ambiente e as populações.

Comentário geral

Texto bom, com muitos problemas de linguagem e conteúdo, alguns dos quais graves. A tese do autor é a de que houve negligência não só por parte da empresa, mas também por parte do governo. Até aí, está tudo muito bem, mas, ao apresentar seus argumentos para defender esse ponto de vista, o autor se refere a fatos equivocados, restringindo o problema às autoridades municipais, e voltando a responsabilizar a empresa por usar técnicas ultrapassadas. Finalmente, estende demais a conclusão nos dois últimos parágrafos.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: A introdução não podia ser mais confusa: o autor parece considerar que há dois problemas separados, sendo um o maior desastre ambiental da história e o outro a poluição do rio Doce e as pessoas mortas. Ora, isso tudo está relacionado e compõe o mesmo desastre. A poluição do rio Doce é uma consequência direta do rompimento da barragem e da avalanche de lama, que destruiu povoados, matou gente e poluiu o rio.

2) Segundo parágrafo: além das autoridades municipais, há as autoridades estaduais e federais, que também são responsáveis pelas atividades mineradoras. A análise de um projeto como o da Samarco não se limita à questão da barragem para os rejeitos. Há várias etapas anteriores a isso que devem ser consideradas. Ou seja, o argumento apresentado seria muito mais eficiente se o autor tivesse sido mais abrangente, em vez de tentar ser muito específico.

3) Quarto parágrafo: o autor diz as coisas certas, mas da maneira mais inadequada e desorganizada possível. A frase em vermelho deveria ser totalmente reescrita para ficar clara e inequívoca: O desastre em Mariana comprova que o governo deve fiscalizar rigorosamente as atividades que apresentam graves riscos ao meio ambiente. Notar que isso já é a conclusão que o autor extrai dos fatos, mas ele ainda vai repeti-la no parágrafo seguinte, sendo muito prolixo na última parte da redação.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,5
Nota final 6,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos