O país do futuro

NOTA 0,0

No Brasil, o número de cidadãos que querem migrar para outros países tem crescido drasticamente.

Atualmente, o território brasileiro vem enfrentando uma crise desde séculos passados, como a queima do café em 1931 e a queda do PIB (produto interno bruto). Tais fatores, formalizaram fatores formalizaram a encomia do Brasil se estagnar durante anos. A problemática é que com a queda do capital, o desemprego cresceu, pois, os governos reduziram o número de servidores contratados.

Todavia, pesquisas realizadas pelo IBGE mostram que um quinto dos jovens brasileiros não estudam e não trabalham. O problema vem sendo que os jovens do Brasil não querem arrumar um emprego. Entretanto, para a preparação, formação e educação de um cidadão, a vida exigirá investimentos seguido por anos.

Como já dizia a música do famoso cantor Renato Russo: “O Brasil é um o país do futuro”. Um país que vem acomodando grande parte de seu povo pela falta de investimentos na infraestrutura e deficiências na educação. Em destarte, vista tal situação, a maioria dos cidadãos hesitam por mais uma espera de décadas de conversão e optam assim por deixarem seu país de origem.

Portanto, medidas precisam ser tomadas para resolver o impasse. Novas leis deveriam ser aplicadas pelo Ministério Do Trabalho, possibilitando vagas de emprego para jovens ainda inexperientes. Assim dando novas oportunidades. Por ora, o MEC realizaria nas escolas públicas a verificação do ensino aplicado nos jovens acompanhando o desenvolvimento dos envolvidos. Em suma, a formação do jovem de hoje é a construção de uma sociedade de amanhã.

Comentário geral

Texto insatisfatório. À exceção do primeiro parágrafo, em que o aluno reproduz o tema da redação, todo o restante é uma grande confusão, por meio da qual mal se pode perceber se o autor entendeu o tema. De resto, os argumentos (quando é possível entendê-los) são inadequados para dar a entender porque o Brasil virou um país de emigração. Há várias afirmações desencontradas e obscuras que, agrupadas sem grande coesão, não chegam a formar um texto, quanto mais uma dissertação argumentativa. O autor mistura tempos, atribuindo o problema atual à queima do café em 1931, diz que os jovens não querem arranjar emprego, que a vida exige investimentos para a formação dos jovens, fala em "queda do capital" e constrói frases caracterizadas pelo solipsismo e pela agramaticalidade, pois nem sintaxe e nem vocabulário estão de acordo com as normas de utilização do idioma. O resultado é uma algaravia quase incompreensível. Praticamente, não há o que corrigir, pois o texto teria de ser reescrito, para ser, de fato, um texto. A única sugestão que podemos fazer ao autor é que ele planeje esquematicamente sua redação, em vez de ir despejando no papel o que lhe vem à mente. Uma dissertação argumentativa é, antes de mais nada, um texto que precisa comunicar uma opinião e os argumentos para provar que ela é correta. Essencialmente, é isso que falta nessa redação.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos