O país que exporta mão de obra

NOTA 2,5

Na década de 60, o Brasil recebia povos de vários lugares do mundo. Os migrantes imigrantes vinham em busca de uma vida melhor, no melhor. No entanto, cada vez mais mais, o Brasil tem se tornado um país de migração, emigração: atualmente, cerca de 62% dos jovens planejam sair do país. Afinal o que mudou?

O Brasil está passando por muitas crises nesse momento, o momento. O dado mais assustador é a taxa de desemprego. Além disso disso, há uma crise política instaurada no país que faz com que os brasileiros não tenham esperanças de melhorias num curto prazo. Em meio a isso, a internet está mais acessível que nunca pela internet, as pessoas têm acesso a informação do mundo inteiro. Isso torna possível uma diminuição de diferenças culturais dos povos de todo o mundo e, naturalmente, os brasileiros acham muito atrativo a ideia de morar num país onde há uma melhor qualidade de vida.

Esse cenário não é nada favorável para o desenvolvimento do país. A população produtiva está sendo exportada do Brasil. Como vai haver futuros investidores em um lugar onde há pouca mão de obra?

Para resolução dessa situação é evidente que a crise política há de acabar. É vergonhoso viver num país onde os nativos tem que considerar sair de sua terra natal para ter certa qualidade de vida. O jeito é escolher melhores representantes para considerarmos um futuro próspero para a nação.

Comentário geral

Texto muito fraco, que padece até de falta de foco nos parágrafos finais. No penúltimo, o autor passa a tratar de investidores, que não têm nada que ver com imigrantes. No último, desordenadamente, fala em vergonha nacional e na necessidade de renovação política. Efetivamente, o autor acerta na introdução e esboça uma análise do problema no segundo parágrafo, a partir daí o texto só indiretamente se atém à emigração. Além desses problemas de conteúdo, a linguagem é apenas regular, mas salva o texto de uma nota ainda pior.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: é um equívoco datar os fluxos de imigrantes para o Brasil na década de 1960. A imigração foi um fenômeno que marcou principalmente o fim do século XIX e o início do século XX.

2) Segundo parágrafo: a internet não diminui as diferenças culturais. Isso é o resultado de um fenômeno mais amplo, a chamada globalização. Também não é por causa da internet que os jovens brasileiros optam por morar no exterior.

3) Terceiro parágrafo: aqui o argumento é equivocado: não existe essa relação direta entre investimento e mão de obra. As empresas da era da informática podem ser muito lucrativas sem precisar de muitos funcionários.

4) Quarto parágrafo: a) o trecho grifado em vermelho, por uma questão de lógica e organização deveria vir em primeiro lugar, pois nas duas outras frases o autor aponta para a solução do problema. b) Não faz sentido o uso de "considerarmos" para o que o autor pretende dizer.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 2,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos