O poder político sobre a mídia e poder da mídia sobre a população

NOTA 5,0

A mídia exerce total influência não só setor da comercialização. Mas na política também, o fato da comercialização, mas também na política. O fato de a imprensa expor os roubos aos cofres públicos durante os governos petistas gerou uma revolta na população levando os mesmos as população, levando-a às ruas. E agora, com o novo governo? Por que não há manifestação?

Em 2016, o que mais se viu nos telejornais foram os escândalos da lava-jato, a revelados pela operação Lava Jato. A maioria dos políticos neles envolvidos era do partido do PT do PT. O que Isso gerou mais indignação na população pois era o população, pois se tratava do partido que mais defendia as classes baixas o qual baixas, às quais favoreceu durante todo seu mandato toda sua permanência no poder. Mas os furtos exposto desvios de recursos públicos expostos pela mídia foram eram tão altos grandes que a única solução encontrada era foi a saída da ex-presidente Dilma.

O porque porquê mais cabível para não haver manifestação, agora, é o fato da de a mídia ter dado estar dando ênfase às novas leis que podem ser aprovada aprovadas ainda este neste ano. Talvez esse tenha sido isso seja uma forma de tirar o foco dos problemas ainda existente existentes no país. Pois país, pois os índices de desemprego continua continuam crescendo e a economia continua estagnada.

Portanto, é necessário buscar outras fontes e ter conhecimento histórico de cada partido e de cada candidato. Pois candidato, pois sabe-se que a mídia passa mostra aquilo que lhe convém ou melhor convém, ou melhor, aquilo não pode ser censurado pelo governo.

Comentário geral

Texto regular, em que o autor atribui à mídia uma enorme influência da mídia sobre a população do Brasil. Não se trata de discutir se esse ponto de vista é certo ou errado, pois a redação apresenta um ponto de vista sobre o tema, defendendo-o com argumentos. No entanto, os argumentos não são sólidos, pois não corresponde à verdade dizer que a imprensa não está acompanhando as acusações ao atual presidente e desviando seu foco exclusivamente para as reformas em debate no Congresso, o que se pode comprovar observando as home-pages do UOL e as da Folha de S. Paulo, neste mesmo portal. Sob o ponto de vista da linguagem, apesar de os erros de gramática serem poucos e de pouca gravidade, o autor se expressa mal: não sabe deixar claramente explícita que está falando de dois momentos diferentes da cobertura jornalística dos escândalos, a época de Dilma e a época de Temer, pelo simples fato de não dominar o uso dos verbos e dos advérbios. A única indicação temporal clara é o ano de 2016 no segundo parágrafo. Os acréscimos que fizemos em verde visaram superar esse problema.

Aspectos pontuais

 

1) Primeiro parágrafo: o que significa setor de comercialização? A expressão é vaga e imprecisa.

2) Segundo parágrafo: a indignação da população se deu por ódio ao PT? Talvez, mas o autor deixa claro que os grandes desvios de recursos só encontram solução com a saída da ex-presidente. Então, ele admite que, além do ódio ao PT, ocorreram desvios de recursos públicos nos governos petistas. Ele se contradiz, pois parece acusar a mídia e a população pelo ódio ao PT, mesmo considerando ter existido corrupção no governo petista. Vale a pena comparar esta redação com a redação Os brasileiros engajados, em que o autor defende um ponto de vista semelhante, mas o faz muito adequadamente e expressando-se com grande correção.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 5,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos