Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Maio/2019 O que é mais importante para vencer na vida?

Redação corrigida 160

O que é mais importante para vencer na vida?

Inconsistente Erro Correção

Certamente, vencer é o essencial de tudo, ninguém aceita ser derrotado. Mas, para vencer na vida vida, você deve se dedicar naquilo àquilo que tanto deseja ter, não desistir de seus sonhos e objetivos.

Cada erro que você comete é mais um aprendizado para si mesmo, não desista facilmente, corra atrás do dos seus planos. Se não deu certo hoje, amanhã ou depois irá dar, tenha a paciência para esperar, pois, nada pois nada é no seu próprio tempo, nada é como você quer.

A sociedade impõe para que que tu compita compitas com outras pessoas, mas tu deve deves competir com si contigo mesmo, tentar ser uma pessoa melhor com o passar dos dias. Tenha humildade, não se vanglorie com cada conquista sua, se alegre fique orgulhosa de ti, mas tenha a humildade de falar que não foi fácil, mas conseguiste. Aqueles que precisam de ajuda ajuda, tu deves ajudar, pois pois, quando precisaste precisaste, alguns estavam ao seu lado.

Nada é fácil nessa vida, você não irá carregar algo nas suas costas se você não conseguir, o caminho vai ser difícil, mas, é mas é esse caminho que valerá a pena. Haverá alguns equívocos, algumas decepções, vontade de desistir, mas lembre-se que você é capaz de ter aquilo que quer.

Tenha uma opinião formada para se defender, uma mente aberta para sonhar alto, desejar sempre o bem para o próximo e não sentir inveja da conquista deles.

Comentário geral

Infelizmente, o texto é um grande equívoco, pois não se trata de uma dissertação argumentativa. De resto, há um grave problema de linguagem (ver competência 1), sem falar nos lugares-comuns.

Competências

  • 1) Infelizmente, o autor mistura a segunda e a terceira pessoa do plural ao longo de todo o texto, o que demonstra o desconhecimento de uma regra básica do discurso: ou você se dirige à segunda pessoa (tu) ou à terceira (você).
  • 2) Há outro equívoco - e grave - na abordagem do tema: o texto não é uma dissertação, mas uma exortação, um aconselhamento, um discurso de autoajuda.
  • 3) Não há argumentação: há conselhos, baseado em opiniões, a maioria das quais são lugares-comuns.
  • 4) Se não há argumentação, esta competência não é contemplada pelo texto.
  • 5) A conclusão é outro conselho, que poderia ser permutado por conselhos anteriores.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 20
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 20
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 20
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 20
Nota final 160

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.