PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Fevereiro/2020 Qualificação e o futuro do emprego

Redação corrigida 400

Os impasses do desemprego aliado às mudanças sociais.

Inconsistente Erro Correção

Sabe-se que a era da revolução técnico-científica-informacional trouxe Profundas profundas mudanças nos novos paradigmas sociais; pode-se mencionar a redução no numero de ofertas de empregos e também a demanda por pessoas qualificadas para atenderem ocuparem os novos postos de trabalhos, já que o mesmo está sendo operado por máquinas. Portanto, observa-se que o mercado de trabalho ficou cada vez mais exigentes exigente e novos postos de trabalho requerem boas qualificações para admissão, assim elevando o desemprego.

Por conseguinte, se constata constatam-se uns percentuais números de pessoas que estão desempregadas ou em situações de subempregos, isso se deve há múltiplos fatores, o baixo nível escolar, desqualificação profissional e etc. Todavia, tais requisitos tendem resultarem no desencadeamento do a resultar em desemprego, e por não atenderem as exigências postas no mercado de trabalhos se acentuaram os problemas de caráter sociais resultante do desempregos desemprego exacerbado.

Assim, cabe ressaltar que o desemprego foi surgindo na medida em que se acentuou uma gama de pessoas nas cidades, movido pelas melhorias nas condições de vidas que as zona urbana poderia zonas urbanas poderiam proporcionar e também pela repulsão dos agricultores que não conseguiram se mantiver a sua sustentabilidade no rural, se obrigou a sair para buscarem melhores condições de vida, isso aliado às questões agrárias que foram importantíssimas para intensificar êxodo rural.

Contudo, os diversos diversos são os fatores que podem desenvolver os desempregos o desemprego, mas cabem cabe às autoridades intervierem intervirem em tais problemas, tentando solucionar ou sanar solicioná-los. Portanto é relevante que os governantes do país priorizarem as políticas públicas para que tentar-se atenuarem tentar atenuar o desemprego demasiado, investir mais na educação, impulsionar a economia do país para hajam haja novos postos de trabalhos e assim facilitarem o emprego a todos, sem exclusão.

Comentário geral

Lamentavelmente, nem é o caso de comentar esse texto por competências, pois em todas elas se patenteia a sua insuficiência. Na linguagem a quantidade de erros e de inconsistências (em especial de sintaxe) é muito grande. Há muitos erros recorrentes. Em termos de conteúdo, o texto é como uma engrenagem que gira em falso e não avança de jeito nenhum. Em todos os parágrafos, o autor repete uma única ideia: devido à tecnologia, os trabalhadores que não tiverem qualificação vão ficar desempregados. Pode-se analisar os parágrafos um a um e sempre se vai encontrar a mesma noção, com uma pequena variação das palavras. Apenas no último parágrafo, há algo de novo, isto é, a sugestão de intervenção. No entanto, ela é genérica demais. Dessa forma, também em termos de estrutura, o texto não chega a constituir de fato uma dissertação argumentativa, pois não há uma linha de raciocínio que conduza à conclusão.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 400

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.