#Partiu Estados Unidos

NOTA 7,5

Ao longo do processo de formação do Estado brasileiro da nação brasileira, muitos imigrantes adentraram as fronteiras verde-amarelas e ajudaram a formar a nação o país que se vê hoje. A principal característica do Brasil, no que diz respeito aos aspectos do seu povo, é a miscigenação. Mas Mas, ao longo das últimas décadas décadas, o que se pôde observar é foi justamente o contrário: o brasileiro quer ir embora daqui. Pesquisa realizada pelo Datafolha revela que 43% da população brasileira deixaria deixariam o país e 63% dos jovens que vivem nopaís fariam fariam o mesmo. Tanta desilusão com o país o Brasil pode ser explicada pela desestabilidade instabilidade econômica e a alta carga tributária que se paga hoje tributária. Sem deixar de fora também o vasto número de problemas sociais que o país enfrenta e a crise política que assola o país.

O brasileiro trabalha em média um terço do ano apenas para pagar impostos, segundo reportagem apresentada pela revista Exame em março de 2018. Apesar de pagar tributos altíssimos em produtos básicos, como serviços, combustível e gás de cozinha, o Brasil tem uma alíquota sobre o imposto de renda baixa, se comparado a países desenvolvidos. Mesmo assim, ainda paga-se muito caro pelos bens de consumo, o que leva a um alto índice de sonegação de impostos. Mesmo não sendo a cobrança do imposto de renda seu maior vilão, o dinheiro obtido com a arrecadação de impostos, que deveria ser empregado para o bem do povo, muitas vezes vezes, é desviado por corruptos, levando o país o governo a cobrar cada vez mais impostos impostos, sem conseguir dar em troca melhorias sociais.

Observa-se que um problema leva a outro: a cobrança elevada de impostos leva à sonegação; desvio do dinheiro público leva ao não investimento nas políticas públicas sociais, que leva a um serviço público ruim, que leva a falta de segurança, a falta de saúde, a falta de educação à falta de segurança, de saúde e de educação. Se um país não conseguir administrar o dinheiro arrecadado com os impostos, acaba falhando no básico, acarretando em problemas problemas sociais difíceis de se resolver. Apesar das adversidades adversidades, o brasileiro é um povo que não desiste e quer melhorar, mas nem sempre sua pátria lhe permite, o que o faz ir em busca de outra.

Como se não bastasse bastassem todos os problemas sociais enfrentados pelo brasileiro, ainda lhe sobra sobram as consequências de uma crise política que não dá indícios de que acabará tão cedo. O país conta em seu currículo político com a cassação de uma presidente, a prisão de um ex-presidente, prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados, prisão do ex-governador do estado do Rio de Janeiro e presidente atual sob ameaça de ser investigado, dentre tantos outros casos de corrupção e crimes cometidos no ambiente político. Diante desse cenário de instabilidade, compra de votos, caixa dois para financiamento de campanhas, o brasileiro fica desmotivado, por não conseguindo conseguir enxergar a luz no fim do túnel.

Portanto, pode-se atribuir a evasão do jovem brasileiro, principalmente pela falta brasileiro principalmente à falta de esperança. O jovem pouco viveu, e para ele viveu e, para ele, dez anos é muito tempo, não longo demais para esperar até que o país melhore. Ele quer ascender profissionalmente, ele quer ser o melhor, ele busca o melhor. Os Estados Unidos se torna tornam o principal objetivo do jovem, por ser um país de oportunidades, um país livre, onde as leis são cumpridas, ou seja, o jovem vai em busca de seus sonhos, e que pode ser bem representado pelo "sonho americano".

Comentário geral

Texto bom, apesar da prolixidade, que leva o autor a ultrapassar o tamanho máximo estabelecido nas Observações sobre a proposta. É preciso ser mais sintético. Em termos de linguagem e de estrutura, o texto está bem acima da média e o que lhe prejudica a nota, além da prolixidade, são problemas de conteúdo, localizados no primeiro e no segundo parágrafos, que serão comentados pontualmente. Além disso, o autor não observou a exigência da competência 5, o que impede atribuir-lhe nota mais alta nessa competência.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a introdução tem muitos equívocos. a) "Estado" refere-se às instituições, às leis, à organização política do país. O autor quer se referir ao país e ao povo, não ao Estado. b) "Adentraram as fronteiras verde-amarelas" é uma expressão inadequada e artificial, pois é um lugar-comum. c) Miscigenação não significa imigração e, portanto, não é o contrário de emigração. A escolha inadequada da palavra compromete o raciocínio que o autor quis formular, para apresentar o contraste entre o passado do Brasil e o presente. b) É preciso haver paralelismo no uso das formas verbais: se o primeiro verbo está no pretérito ("pôde"), o segundo também deve estar ("foi"), mas isso é um pequeno deslize, não chega a ser um erro. O mesmo vale para a repetição da palavra "país". A redundância, muitas vezes, provém da prolixidade.

2) Segundo parágrafo: a afirmação em vermelho é muito discutível. O autor tenta fazer uma análise da situação tributária no país, mas isso é muito complexo. Seria aconselhável não tentar ser tão minucioso nesse tipo de análise de um assunto que não se conhece a fundo. Aqui a síntese evitaria equívocos.

3) Terceiro parágrafo: mais repetição de vocabulário.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 2,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 2,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 7,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos