Pena de morte e divisão de opiniões

NOTA 0,0

É evidente que a pena de morte, no Brasil, trásinúmeras divisões de opiniões, que traz inúmeras divisões de opinião, quer sejam elas a favor ou contra. Respeitando-se o posicionamento de quem a interpreta. Sobre tudo Sobretudo, as diversas formas de entendimento sobre tal causa dessa questão serão, muitas vezes, diferentes, principalmente na visão dos religiosos e das vítimas da violência.

Sabe-se que, no Brasil, a liberdade de expressão e religião é livre, podendo assim expressar as diversas formas de posicionamento com relação a à pena de morte na região no país, onde, muitas vezes, atribuindo aos seus fiéis a sua doutrina e disciplina, cria-se uma tese diferente com relação ao posicionamento de tal questão.

No entanto, ao longo dos anos, a violência tem aumentado abundantemente para a infelicidade dos Brasileiros brasileiros, criando assim um sentimento de insegurança e revolta, as quais, muitas vezes, dar-se-a dar-se-á falta de planejamento na segurança pública. Fortalecendo a essas pessoas, vítimas da violência, a convicção de que a cada tempo que passa é necessário a pena de morte no Brasil.

Em fim Enfim, como mencionado acima, no Brasil, há diversas divisões de opiniões opinião com relação a à pena de morte. Para evitá-las é preciso que as pessoas tomem conhecimento que o direito a à vida é uma das prioridades das leis estabelecidas na nossa constituição e independentemente do grave acontecido Constituição e, independentemente do acontecido, temos que preservá-la. Podendo assim, rever nossas leis e modificá-las nos pontos que são necessários.

Comentário geral

Infelizmente, o texto é muito fraco. O autor apresenta um domínio precário do português escrito, pois mal consegue se comunicar com clareza e correção. Não bastasse isso, a estrutura, ainda que tente ser dissertativa, também deixa muito a desejar. Os dois primeiros parágrafos formam uma introdução confusa e redundante sobre as opiniões favoráveis ou contrárias à pena de morte. O terceiro parágrafo é um adendo que tenta explicar o porquê dessa divergência de opiniões. Só no último parágrafo, misturando desenvolvimento e conclusão, o autor se posiciona a respeito do tema, mas principalmente do tema que ele mesmo extraiu da proposta de redação: a divergência de opiniões sobre a pena de morte e como evitar essa divergência. Ou seja, além de tudo, ele ainda evidenciou que não entendeu o tema sobre o qual deveria dissertar.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) Não há inúmeras opiniões. Pode haver várias, inúmeras não. E basicamente elas são duas: pró e contra. b) Não está claro, está apenas implícito o que faz divergir religiosos e vítimas da violência. Mas o debate não envolve só essas duas partes. c) O uso recorrente de orações subordinadas reduzidas de gerúndio em oração principal demonstra desconhecimento de sintaxe e pontuação.

2) Segundo parágrafo: muito confuso e não aprece acrescentar nenhuma informação nova ao que foi dito antes.

3) Terceiro parágrafo: termina com a sintaxe totalmente truncada, pois o autor não sabe usar conectivos e insiste no uso equivocado de oração reduzida de gerúndio.

4) Quarto parágrafo: a) Não se trata de evitar a divergência de opiniões. Trata-se de ser favorável ou contrário à pena de morte. De qualquer modo, foi aqui que o aluno apresentou seu único argumento contrário à pena de morte. Contudo, novamente, o mesmo erro: oração reduzida de gerúndio sem oração principal.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 0,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos