Quem atira a primeira pedra?

NOTA 1,5

Sempre vi a Presidente na presidente Dilma Rousseff uma líder omissa, a omissa. A impressão que ela passava na maioria de seus discursos era a de uma subordinada, nunca subordinada. Nunca se comportou como líder pública, era como se estivesse na verdade estivesse, na verdade, guardando um lugar. Acho que esse foi o ponto de partida que os opositores usaram para começar a bombardear seu mandato, chegando à a tentar aplicar o crime de responsabilidade responsabilidade, o que a levaria até o impeachment. Não acredito que o impeachment da Presidente presidente Dilma Rousseff salvará o Brasil. O que realmente faria à diferença, seria a diferença seria a punição à impunidade para todos os políticos corruptos no Brasil. Uma lei que realmente puna com prisões e os faça ressarcir desvios de dinheiro público e privado no país, talvez assim aja haja a esperança de um Brasil melhor.

Comentário geral

Falando em primeira pessoa, o autor expressa suas opiniões sobre o tema, mas não chega a argumentar uma única vez para justificar seu ponto de vista. É como se ele estivesse dando uma resposta discursiva à questão formulada no tema. Isso não é uma dissertação. Trata-se de um texto a que alguns avaliadores poderiam até dar nota zero. Não é o caso de fazer isso aqui, porque há alguns méritos que merecem ser ressaltados: 1) o autor sabe se expressar relativamente bem, com clareza; 2) há uma reflexão sobre o tema; 3) essa reflexão ocorre sobretudo na conclusão do texto, em que o autor faz realmente uma proposta de solução aos problemas políticos brasileiros.

Aspectos pontuais

Parágrafo único: a) O primeiro trecho em vermelho é excessivamente coloquial. Além disso, não se aplica um crime de responsabilidade à presidente. Para os adversários, a presidente cometeu crimes de responsabilidade; para os aliados, não. E as duas facções justificam juridicamente sua posição. b) punição à impunidade é demais. Se ocorrer punição, certamente não haverá a impunidade. Certo seria dizer: a punição para todos os políticos corruptos no Brasil. c) A questão toda se relaciona ao dinheiro público desviado. Desvio de dinheiro privado é outro problema de natureza jurídica totalmente diferente.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 1,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos