Redes Sociais x Eleições

NOTA 4,5

Toma-se conhecimento, que Sabe-se que, atualmente, as redes sociais tem têm ajudado muito a sociedade contemporânea em que vivemos, inclusive para obtermos informações com mais agilidade.

Com as eleições de 2018 se aproximando, tem aumentado o número de publicações pelas redes sociais, com notícias sobre partidos e políticos. Do mesmo modo vem vêm crescendo as temidas Fake News fake news sobre os mesmos, que são prejudiciais, e prejudiciais e podem facilmente confundir o eleitor na hora de dar o seu voto.

Por isso, a população brasileira deve tomar cuidado com o que leem , Isto é, selecionar bem o que será lido, ver se a notícia em questão é verdadeira, por que, De fato de fato, sabemos que muitos vão se aproveitar dessas eleições para promover o partido ou politico político de sua escolha, é escolha. É de extrema relevância que o eleitor não se influencie e escolha por si próprio seu candidato.

Além disso, o eleitor deve procurar informações sobre quem ele vai votar, o que é de extrema importância, existem importância. Existem vários sites na internet que classifica classificam políticos, tanto com ficha limpa, quanto suja mostrando se eles têm a ficha limpa ou suja.

Dessa forma, o brasileiro vai contribuir para que as eleições ocorra ocorra de maneira organizada, sem alienações, não compartilhando noticias notícias falsas em suas redes sociais, para não propagar propagá-las a outras pessoas.

Comentário geral

Texto mediano ou regular, em todos os sentidos, mas fraco na conclusão. O autor faz uma análise muito superficial do problema, pois pensa exclusivamente nas fake news transmitidas pelas redes sociais e crê que basta se informar para não se deixar enganar por elas. Sim, isso é verdade, mas os meios de manipulação nas redes sociais não se resumem a isso. Vale notar que, em termos de estrutura dissertativa, o texto é desequilibrado, usando os dois primeiros parágrafos para introduzir o tema e sendo redundante nos dois parágrafos seguintes que constituem o núcleo de sua argumentação.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: "atualmente na sociedade contemporânea em que vivemos" é redundância demais para um parágrafo tão pequeno. Isso para não falar da banalidade que o autor declara.

2) Terceiro parágrafo: Por que é de "extrema relevância"? O autor não explica, por achar que isso é evidente, mas não é.

3) Quarto parágrafo: O mesmo vale para "extrema importância". Ou seja, o autor não argumenta de fato, apresenta juízos de valor sem fundamentá-los.

4) Quinto parágrafo: a) as redes sociais não têm nada que ver com a organização das eleições. O autor escolheu um adjetivo errado para se expressar. b) Agora, "sem alienações" é uma expressão fora de contexto, cujo significado podemos supor, mas novamente o autor escolhe mal o vocabulário que usa.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 4,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos