Reforma ou uma nova construção?

NOTA 6,0

O projeto proposto por Temer no mês de Setembro setembro do ano passado prevê a retirada de Artes e Educação Física do plano obrigatório escolar. Mas será que a remoção dessas matérias trará benefícios para os alunos?

Como haverá melhoria se tirará Artes Artes, que predispõe no o aluno ao senso crítico e a sua própria interpretação sobre o mundo? Ou a Educação Física Física, que desperta o espírito de equipe nas por meio de diversas atividades em grupo e incentiva a prática de esportes para combater a obesidade?

Nesse sentido, um uma boa saúde é importante para um rendimento satisfatório satisfatório, assim como o olhar crítico crítico, que se faz necessário para não ninguém se tornar um alienado alienado, e essas duas disciplinas têm capacidade para isso e mais um pouco pouco, como o relacionamento interpessoal, companheirismo, expressão corporal e desenvolvimento da criatividade.

Por fim, é necessário que tenhamos políticas de melhoria na educação baseadas na real situação das escolas brasileiras, ouvindo o que os alunos querem e como os professores podem se adaptar á a essas mudanças, elaborando elaborando, assim, medidas eficazes por profissionais da educação.

Comentário geral

Texto razoável, com problemas pontuais de relativa gravidade. Mas o autor sabe se comunicar, apresenta seu ponto de vista e argumentos para defendê-lo. Ou seja, particularmente em termos de estrutura do texto o autor revela conhecimento do gênero dissertativo e capacidade de se expressar com clareza. Os argumentos, entretanto, não são suficientemente sólidos e refletem certa superficialidade, provavelmente devida à imaturidade do autor. Por exemplo, o papel dos exercícios físicos na manutenção da saúde ou no combate à obesidade não é algo que se possa desenvolver exclusivamente no âmbito escolar.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) é péssimo começar com um erro temporal tão grande. A medida provisória foi editado no corrente ano: 2016. b) Não existe um plano obritarório escolar. Existe uma grade curricular formada por matérias obrigatórias, que o governo quer flexibilizar. c) A ideia não é remover as matérias mas torná-las optativas.

2) Terceiro parágrafo: rendimento satisfatório é uma expressão ambígua. É melhor deixar claro que se está falando em rendimento em termos de aprendizado.

3) Quarto parágrafo: aparentemente, o autor propõe que os alunos decidam tudo e que os professores se adaptem a isso. É uma inversão de papéis. Claro que os alunos devem ser ouvidos, mas os professores e educadores são as pessoas qualificadas para estabelecer currículos.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 1,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 6,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos