Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Agosto/2015 Forma física, corpo perfeito e consumismo

Redação corrigida 500

Relação beleza e saúde

Erro Alteração Correção

É preciso, inicialmente, observar, que observar que a sociedade busca um corpo perfeito devido os aos padrões estabelecidos pela média mídia, que exibe mulheres em plena forma física que gastam a maior parte dos seus salários com produtos de beleza, roupas e sapatos virando consumistas.

Não se pode esquecer, do esquecer do exagero no ao qual as famosas se submetem, rostos são deformados, aplicações de produtos por todo o corpo, como no caso da modelo Andressa Urach que fez a aplicação de uma substancia chama substância chamada hidrogel nas coxas e e, após 5 anos cinco anos, causou uma serie série de problemas, antes o que era para dar volumes em suas pernas, causou manchas e dores, ela teve que passar por várias cirurgias para a retirada do produto e seu estado de saúde ficou delicado, após muitos tratamentos a modelo se recuperou.


Deve-se frisas frisar, por outro lado, que se cuida cuidar e se sentir bem é importante , porém , ter cuidado para não virar uma doença doença, uma compulsão pelo corpo perfeito, beleza perfeito. Beleza é resultado de saúde, então é necessário ter um equilíbrio, ser feliz consigo mesmo, pois a insatisfação corporal pode causar doenças como anorexia, bulimia, depressão entre outras consequências. Com isso, a família e a escola escola, que juntas são responsável responsáveis pela formação das futuras gerações tem gerações, têm que ser reeducada reeducadas, passar para as futuras gerações a ideia correta de beleza, mostra as mostrar às crianças o que é realmente importante, para que elas não sejam manipuladas nem virem consumista consumistas, ou seja, desenvolvam a criticidade para serem cidadãos conscientes de suas escolas e ações.

Consequentemente, seguir padrões de beleza pode causar sérios problemas, ter saúde e se sentir bem é o mais importante, cada pessoa deve criar seu próprio padrão de beleza.

Comentário geral

Texto razoável, com problemas maiores nos dois parágrafos inciais. Mas o aluno dá conta de dissertar, de expor seu ponto de vista sobre o tema, numa linguagem comprrensível, ainda que com muitos erros gramaticais.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) A sociedade não busca um corpo perfeito. Os integrantes da sociedade é que podem buscar um corpo perfeito. Até por que a sociedade não tem corpo, não pode ir a academia, se submeter a procedimentos cirúrgicos, etc. b) É verdade que a mídia mosta mulheres que são padrões de beleza, mas a mídia não fala nada sobre de que maneira elas gastam seus salários. Entende-se o que o autor quer dizer, mas ele se exlica de modo inadequado.

2) Segundo parágrafo: é caótico e redundante. O autor passa de casos gerais (as famosas) para um caso particular (Andressa Urach), sem nem ao menos usar um ponto final para marcar a diferença de casos. Fora isso, no caso de Andressa Urach, ele repete as mesmas informações duas vezes, com palavras diferentes.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 100
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 100
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 100
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 100
Nota final 500

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.