Remediar ou degenerar?

NOTA 2,5

O problema do uso de drogas, tem drogas tem despertado atenção do governo e da sociedade em geral. Essa adversidade está vinculada a à situação de rua, devido rua. Devido ao uso e/ou alcance do crack há envolvimento compulsivo em atividades ilícitas e violentas para sustentar a dependência, afetando ao o convívio social e familiar. Em vista disso, sofrem com crise de abandono aumentando o forte desejo e a dificuldade de controlar.

Conforme o nível de dependência, o usuário trona-se incapaz de responder pelos seus atos e escolhas, aumentando os riscos para sua família e pessoas a sua volta. Especialistas da OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmam que, o o vício do crack envolve problemas múltiplos como múltiplos, tanto psicológicos e quanto sociais. Diante disso, outorgar promover ações em várias áreas além de da médica, como nas de moradia, alimentação, assistência em geral e programas de emprego é a revolução do século XXI.

Além disso, impossibilita o utente obter controle no momento em que está em contato com a droga, o alcance indubitavelmente o leva ao forte desejo e a à dificuldade de conter o vício. Consequentemente, sem forças para buscar ajuda, findam se adequando a à vida escassa.

A partir dos supracitados Portanto, a internação compulsória trará consigo trará efeitos positivos, em positivos. Em outras palavras, fortalecer todos os recursos afim a fim de minimizar os danos e riscos do uso do crack é indispensável, são indispensável. São necessárias para a melhor qualidade em todos os aspectos de vida e da vida da vida dos dependentes e de seus familiares. Encontrar-se, reintegrar e uma nova chance é o que todos eles querem. Encontrar-se, reintegrar-se na sociedade e obter uma nova chance é o que todos eles querem.

Comentário geral

Texto muito fraco, que tem problemas pontuais graves e, em seu conjunto, outros ainda mais graves: não há uma sequência lógica dos parágrafos, que são declarações avulsas e sem sentido, devido a uma linguagem inadequada em termos de vocabulário ou incompleta quanto à sintaxe. O segundo parágrafo é o único que se destaca positivamente, por apresentar de modo claro uma premissa da qual decorre uma conclusão. Em todos os outros predominam a ambiguidade, a confusão e os equívocos.

Aspectos pontuais

 

1) Título: não faz sentido. Talvez o autor pretendesse dizer: remediar ou deixar continuar a degeneração? (pois, degenerada a situação já está.) Remediar ou deixar piorar? Mas, como foi redigido, o título não diz nem isso nem nada.

2) Primeiro parágrafo: a) No caso do crack, parece que é o contrário: a situação de rua é gerada pela dependência. Há moradores de rua que não usam crack, nem estão na cracolândia. b) O que o autor quer dizer com alcance do crack? A expressão não faz muito sentido. c) A compulsividade se manifesta no consumo da droga, não na prática de ações violentas. As ações violentas não são compulsivas, ou fazem parte da compulsão provocada pela droga. d) o parágrafo termina com uma frase truncada e incompleta do ponto de vista da sintaxe.

3) Segundo parágrafo: o que o autor quer dizer exatamente com revolução do século XXI? Aliás, o que ele entende pela palavra revolução? A proposta de trabalho conjunto de várias áreas no combate ao crack não tem nada de revolucionário. Assim, infelizmente, o melhor parágrafo do texto se conclui de modo ambíguo.

4) Terceiro parágrafo: o parágrafo é insuficiente para efetivamente comunicar algo. Faltam o sujeito dos verbos sublinhados, há erros de pontuação e expressões subjetivas como vida escassa.

5) Quarto parágrafo: qual o sujeito de são necessárias? O autor pode pensar que ele está subentendido, mas não está. Algumas medidas são necessárias, mas é obrigação de quem redigiu a redação dizer quais são elas.

 

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 2,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos