PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/2019 Ciência, tecnologia e superação dos limites humanos

Redação corrigida 640

Revolução transumanista: utopia ou distopia

Inconsistente Erro Correção

No filme "Capitão América", após procedimento biológico durante a segunda Segunda guerra mundial, um garoto passa a possuir grandes habilidades físicas além da capacidade humana. Embora fruto de ficção, pode-se afirmar que que, com a evolução dos meios científicos seja científicos, será cada vez mais perigosa e alcançavel alcançável a revolução transumanista. Nesse contexto Portanto, é preciso analisar como a dependência das soluções e a segurança das tecnologias influenciam nessa questão.

A princípio, criaria-se criar-se-ia uma dependência dessas aplicações. Uma aplicações, uma vez que o corpo humano necessita de estímulos para aperfeiçoar determinado aspecto. Por exemplo, ao se tomar medicações que aumentem o fluxo de oxigênio para melhorar o desempenho em atividades físicas. Assim, invés físicas, em vez de treinar o corpo estaria acostumado corpo, estaríamos acostumando-o a drogas.

Além disso, a segurança das tecnologias são falhas é falha. Dessa forma, qualquer tecnologia pode ser hackeada para uso indiscriminado. Então uma determinada tecnologia vital para o ser humano poderia ser desligada ou usada para outro fim. Portanto, certa população poderia ser dizimada.

Em suma, infere-se que essa revolução seria prejudicial à humanidade devido a à insegurança e dependência. Nesse contexto, é necessário que os setores de regulamentação médica criem normas e fiscalizem sua aplicação na sociedade.

Comentário geral

Texto regular. O autor consegue se comunicar e se esforça para construir raciocínios, demonstrando compreender o que precisa fazer, mas deixando a desejar no que foi efetivamente feito.

Competências

  • 1) Além dos erros corrigidos em verde, vale notar como o autor não explicita elementos de seu raciocínio, por considerá-los subentendidos, equivocadamente. No primeiro parágrafo, o autor salta do exemplo do Capitão América para a revolução transumanista. O personagem é fictício, o transumanismo não. A comparação entre as duas coisas fica implícita. O leitor entende o que o autor quis dizer, mas ele o fez de modo incompleto.
  • 2) O desenvolvimento parece do mesmo problema. Por ter dito que a revolução é "perigosa", o autor passa a falar dos supostos perigos da revolução, sem ter esclarecido a questão. Certo seria dizer que a revolução é perigosa, pois ela pode gerar dependência das soluções tecnológicas, cuja segurança é duvidosa. Aí sim, ele explicaria cada um dos dois perigos: dependência e insegurança.
  • 3) O argumento da insegurança é muito superficial. Uma prótese tecnológica de um órgão como um braço ou uma perna poderia ser hackeada? A questão do hackeamento não está tão claramente ligada à saúde: o autor tinha de se explicar melhor.
  • 4) O uso de recursos coesivos, em especial no início dos parágrafos, é razoável.
  • 5) Conclusão razoável, mas a sugestão de solução é bastante breve e poderia ser desenvolvida.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 160
Nota final 640

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.