(Sem título 076)

NOTA 2,0

Na diversidade cultural presente existente em nosso país, há mistura de: danças de danças, comidas, costumes, características físicas, e a mais diversa de todas a religião, que já foi motivo de gerras brigas guerras, brigas e mortes ao no decorrer de toda história, por causa da intolerância religiosa.

Nesse sentido a religião traga trazida pelos colonizadores Portugueses e Espanholes foi a cristã ( que é maioria no Brasil), que misturou-se com as crenças indignas indígenas, africanas, e chinesa chinesas, até porque o Brasil e o 2 é o segundo lugar no mundo com mais chineses. Sob tal enfoque de diversificação diversificação, temos o costume de conviver com diferenças, mas por para a infelicidade da nação ainda há pessoas que não tem o minimo têm o mínimo de consciência na da reciprocidade do respeito.

Em relação aos casos de insulto, há uma perspectiva de redução ao longo dos anos, não apenas pela conscientização da maior parte da população de direitos e deveres, mas também influencia pela influência da mídia, que relata em TV aberta e nacional estes desrespeitos seja religioso esses desrespeitos, sejam religiosos ou de raça e gênero.

Tais constatações vistas anteriormente faz fazem com que a intolerância seja um problema que pode ser resolvido com a quebra de estereótipo religioso, pois como cita diz Einstein: "todo conhecimento implica em poder poder".

Comentário geral

Texto muito fraco, insuficiente mesmo. A linguagem é precária e o autor, infelizmente, não consegue expor com clareza suas ideias. Em termos de conteúdo, o texto é ao mesmo tempo confuso e superficial. Não há uma estrutura dissertativa, mas declarações avulsas relacionadas ao tema. Há erros que só poderiam ser relevados se o autor não tivesse o português como língua materna e tivesse um conhecimento superficial da realidade histórica e cultural do Brasil.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) a diversidade não significa só mistura de culturas, mas a convivência de culturas diversas, ainda que cada uma delas não se misture com as outras. b) Não é claro o que o aluno quer dizer: a religião é a mistura mais diversa? Como assim? c) A rigor, o aluno está falando do Brasil, onde não houve guerras religiosas.

2) Segundo parágrafo: a) O Brasil foi colonizado por portugueses, não por espanhóis. b) Mais uma vez vem a ideia incorreta de mistura: na verdade, a há mistura sim, mas não é um "misturou geral". Isso aconteceu em alguns âmbitos de um modo, em outros de outro. b) Há religiões que, vá lá, misturaram tradições religiosas de brancos, negros e índios, o nome técnico disso é sincretismo religioso. c) Não se sabe de onde o autor tirou a ideia de que o Brasil tem a maior colônia chinesa do mundo, pois se o Brasil é o segundo país com mais chineses, evidentemente o primeiro é a própria China. E mais: será que existem religiões sino-brasileiras ou afro-sino-brasileiras? Alguém já documentou a existência desse sincretismo afro-asiático-brasileiro?

3) Terceiro parágrafo: a) além da ingenuidade, a frase é ambígua: dá a entender que existe uma população de direitos e deveres. Certo seria falar em: conscientização sobre direitos e deveres por parte da maioria da população. b) Mídia é o conjunto dos meios de comunicação, não é só a televisão.

4) Quarto parágrafo: começa de modo redundante, pois tais constatações já deixa claro que se trata das constatações anteriormente vistas, e termina de modo enigmático quando fala em quebra do estereótipo religioso, expressão cujo conteúdo é obscuro. A citação de Einstein é totalmente despropositada.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 0,5
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 0,5
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,0
Nota final 2,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos