Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez



REDAÇÕES CORRIGIDAS - Dezembro/2015 Mariana: fatalidade ou negligência?

Redação corrigida 300

(Sem título 087)

Erro Alteração Correção

No mês de novembro deste ano ano o país parou diante da maior tragédia ambiental dos últimos tempos no brasil Brasil. Vilarejos inteiros desapareceram e e, com eles, vidas e histórias. Mariana, localizada no estado de minas gerais Minas Gerais foi mais uma vitima vítima das consequências causadas pelo homem e o seu pensamento irracional. A mineradora Samarco Samarco, até então a possível responsável pelo desastre desastre, tem tentado amenizar os danos que a sua irresponsabilidade causou a todas as pessoas que viviam próximas as próximo às barragens. Entretanto, como senão bastasse, a se não bastasse a enxurrada de lama causando tamanha destruição, os danos ambientais também são irreparáveis, atingindo o Rio Doce que corta Minas Gerais e invadindo o Oceano Atlântico, deixando milhares de pessoas desoladas. A população clama por um responsável na tentativa de recuperar o ecossistema do lugar, contudo para algo desse porte ser recuperado requer se requer muito dinheiro e tempo. Nesse momento outar outras empresas como a Samarco pode podem usar como exemplo está essa tragédia ambiental e social para tomar mediadas preventivas para que novos “incidentes” não venham acontecer.

Comentário geral

Texto fraco, com muitas limitações, tanto em termos de linguagem quanto de conteúdo. O próprio fato de se constituir de um único parágrafo já demonstra a incapacidade de organizar o texto, tornando-o mais claro e acessível para o leitor.

Aspectos pontuais

Parágrafo único: a) a enunciação país/no Brasil é redundante e incorreta. Bastava dizer: o Brasil parou diante da maior tragédia ambiental dos últimos tempos.

b) consequências causadas pelo homem e o seu pensamento irracional também é uma expressão inadequada. Na verdade, o suposto pensamento irracional não tem nada com a catástrofe, que decorre de ações incorretas, ou seja das atividades mineradoras, sem a devida preocupação ambiental.

c) Como até então? Então quando? Aparentemente, o autor quer dizer até agora.

d) O rio Doce não corta Minas Gerais, não atravessa todo o estado. Ele nasce numa região de MG e corta o Espírito Santo.

e) pessoas desoladas é pouco, não caracteriza o problema das vítimas. Muita gente morreu, outras pessoas perderam tudo que tinham.

f) As pessoas não clamam por um responsável, clamam principalmente pela solução de seus problemas sociais, além da recuperação dos danos ambientais.

g) Também é pouco falar que as empresas podem usar o caso como um alerta. Na verdade, as empresas devem fazer isso.

h) Não há motivo para incidentes estar entre aspas.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 50
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 100
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 50
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 50
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 50
Nota final 300

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.