Tendo em vista um certo atalho investigativo

NOTA 3,5

Tendo em vista um certo atalho investigativo, a delação premiada já "nasceu" começou controversa. Ainda que a ideia original pareça válida, os meios para alcançá-la soam desbalanceados parecem incorretos do ponto de vista ético.

Diante do cenário político atual, a proposta da delação premiada parece uma saída dúbia método ineficaz que combina, em geral, a punição de alguns criminosos menores, acalmando assim para acalmar o murmúrio popular, com a impunidade de tantos outros, e ainda somada ao outros. Some-se a isso o cumprimento frouxo das supracitadas punições.

Portanto Portanto, faz-se necessária a reflexão quanto a à validade da colaboração premiada, logo que percebe-se tão logo se percebe que a mesma pouco cumpre a função para a qual foi criada, talvez não ao ponto de ser vista como traição, mas definitivamente injusta, especialmente em contrapartida com as ações mais extremas do judiciário na incriminação e encarceramento da parcela negra e pobre da sociedade.

Vemos então que a delação premiada premiada, a partir da sua aplicação distante de sua função primária, pode ser considerada injusta já que, como muito muita coisa na sociedade, serve como ferramenta para privilegiar uma pequena parcela abastada, destituindo-os de punição equivalente ao delito, enquanto pousa posa midiaticamente como único caminho à justiça. Assim, necessitamos de um novo método investigativo, partindo da colaboração entre polícia federal Polícia Federal, corregedoria e população, visando alcançar transparência sem a criação de dívidas com criminosos já previamente considerados culpados, combinado com a reeducação popular em relação ao conceito de justiça e aplicação da mesma.

Comentário geral

Texto fraco, marcado pela obscuridade ou ambiguidade das frases que o compõem. Aparentemente, o autor nada sabe sobre o significado real da delação premiada, que não existe só para crimes de colarinho branco, como ele pensa, nem para criar espetáculos políticos que iludam a população criando um falso sentimento de justiça. O fato de que a delação premiada não pode ser aplicada a uma quadrilha formada por negros pobres é um erro do autor, que demonstra sua desinformação sobre o tema. Igualmente, é um erro considerar a delação premiada como único método investigativo que precisa ser substituído por um novo. Enfim, como o autor parte de premissas incorretas, sua conclusão não pode deixar de ser incorreta. O texto não tinha título. Para identificá-lo, usamos suas primeiras palavras

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: inicia com uma frase desconexa sobre um certo atalho investigativo, que o autor não diz qual é. Provavelmente o que ele quis dizer foi que a delação premiada, por consistir num atalho investigativo, é muito controversa. Mas essa concepção de atalho investigativo é equivocada e inadequada.

2) Terceiro parágrafo: o trecho em vermelho está escrito de modo confuso e não corresponde à verdade dos fatos, como se apontou no comentário geral.

3) Quarto parágrafo: a) delação não é o único método investigativo que existe, é apenas mais um dos recursos com que conta a justiça para cumprir seus objetivos. b) A redação se conclui com uma observação obscura que mostra que o autor propõe uma união da PF, com a corregedoria (qual delas?) e a população que não é factível para atingir um objetivo confuso e improvável.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Nota final 3,5
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos