Uma nova revolução, um novo avanço!

NOTA 4,0

A tecnologia está se tornando cada vez mais presente em nosso cotidiano. O cotidiano, o que vem gerando grande preocupação, pois essas máquinas iram irão competir com profissionais no mercado de trabalho, e iram irão deixar muitos desempregados.

A tecnologia está, nos dias atuais, sempre ativa no nosso cotidiano. Não podemos esquecer que ela ajudou no avanço do mercado de trabalho e, com seu avanço avanço, uma parte da humanidade deixou de exercer tarefas árduas. Mas, esse rápido avanço da tecnologia vem gerando preocupação, pois a tendência é que ela elimine empregos, e o fará empregos, o que fará rapidamente. Isso irá levar a uma alta competitividade no mercado de trabalho, e trabalho e irá acarretar no o aumento de desempregados, e consequentemente desempregados e, consequentemente, ao aumento da desigualdade social.

Contudo, no mercado de trabalho haverá novas oportunidades, mas só poderão exerce-los exercê-las aqueles que forem qualificados e tiverem o perfil demandado pelo mercado. Isso levará ao desemprego de trabalhadores sem qualificação, o que nos leva a crer que o ensino deverá ter mudanças, para que não cresça de uma forma gigantesca o número de desempregados. Isso futuramente trará grandes oportunidades, pois motivará as pessoas a se tornarem cada vez mais qualificadas para ingressarem no mercado de trabalho.

Portanto, a tecnologia irá aumentar o desemprego, pois eliminará trabalhadores sem qualificação. Porém, irá motivar a melhora do ensino e também ao crescimento de profissionais com o perfil demandado pelo mercado. Isso trará um novo avanço, tanto do mercado de trabalho quanto dos profissionais.

Comentário geral

Texto regular, que evidencia dificuldade no uso da língua escrita em norma culta, além da dificuldade fazer os raciocínios evoluirem. De um modo geral, o autor repete várias vezes as mesmas ideias nos diferentes parágrafos, a saber: que o avanço tecnológico gera desemprego, mas que esse desemprego só se restringe aos mal qualificados e que, portanto, a solução é qualificar os trabalhadores pela educação. De qualquer modo, há algumas qualidades que devem ser levadas em conta na avaliação. É o caso da tentativa de efetivamente dissertar, apresentando uma tese a partir do tema e raciocinando para tentar defendê-la.

Aspectos pontuais

1) Título: não faz o mínimo sentido esse uso do ponto de exclamação.

2) Primeiro parágrafo: a) o autor abusa do gerúndio e das repetições. Ideias e expressões aqui usadas se repetem nos parágrafos seguintes, basicamente afirmando que o avanço da tecnologia produz desemprego. b) Não são as máquinas exclusivamente que representam o avanço da tecnologia atualmente, mas sim os programas de computador, os aplicativos, etc.

3) Segundo parágrafo: começa com a mesma afirmação que iniciou o parágrafo anterior e evolui no mesmo sentido, falando em aumento da preocupação e do desemprego. Melhor seria cortar o parágrafo anterior, pois todas as ideias estão aqui, de modo mais desenvolvido.

4) Terceiro parágrafo: a) não se exerce uma oportunidade. Aproveita-se uma oportunidade. b) De resto, mais repetições das mesmas ideias com outras palavras.

5) Quarto parágrafo: novamente há repetições, mas aqui, apropriadamente, em tom conclusivo. De resto, às vezes é difícil dizer o que o autor entende por avanço, palavra de que usa e abusa, se é algo positivo, negativo ou algo que reúne esses dois aspectos.

Competências avaliadas

Itens Nota
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,0
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 0,5
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Nota final 4,0
Saiba como é feito a classificação das notas
2,0 - Satisfatório 1,5 - Bom 1,0 - Regular 0,5 - Fraco 0,0 - Insatisfatório

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos