PUBLICIDADE
Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Junho/2019 Universidade em crise: quem paga a conta?

Redação corrigida 720

Universidade pública e gratuita para o bem dos estudantes

Inconsistente Erro Correção

Em uma sociedade desigual como a que esta em que estamos inseridos, é comum que muitas pessoas, especificamente de renda baixa, tenham a universidade pública e gratuita como uma das principais possibilidades de uma vida melhor. Tendo em vista melhor, visto que o estudo é o principal fator necessário para construir uma vida profissional de maior reconhecimento sucesso financeiro e social e que o preço de uma faculdade privada não é acessível a todos.

Além disso, a universidade pública é preferível por a grande parte dos estudantes por seu investimento em pesquisas - objeto de estudo fundamental para o desenvolvimento de novos fatos -, característica que só é possível graças à sua gratuidade, já que o dinheiro que seria recebido através de mensalidades não alcançaria o valor que é custeado pela sociedade.

Ainda é possível reforçar que as vagas que são conquistadas na universidade não se devem apenas ao dinheiro gasto com ensino fundamental e médio privado, já que as vagas destinadas aos oriundos de escolas públicas não poderão, de forma alguma, ser ocupadas por ricos que desfrutaram de privilégios desde a infância.

Tendo em vista os âmbitos fatos acima e os gastos altos de uma universidade pública gratuita, a mais viável solução a solução mais viável seria não cobrar mensalidades de nenhum aluno, visando a igualdade como todos devem ser tratados, mas criar campanhas de incentivo tanto à doação de dinheiro quanto à a serviços comunitários por parte dos alunos a fim de arrecadar dinheiro para a instituição.

Competência geral

Texto predominantemente bom, com problemas nas competências 1 e 5, que diminuem a nota do conjunto.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, o texto é razoável, apesar de equívocos na escolha do vocabulário e de erros gramaticais. Aliás, é a má escolha do vocabulário que gera uma frase como a assinalada em vermelho, que é, no mínimo, obscura e, no máximo, sem sentido.
  • 2) O autor desenvolveu bem o tema, apresentando sua tese e expondo argumentos para defendê-la.
  • 3) Nos dois parágrafos argumentativos (o segundo e o terceiro), pode-se apontar uma validade formal dos argumentos, mas falta clareza na exposição, deixando mais evidente por que a pesquisa e as cotas são efetivamente fatos geradores de excelência na universidade pública.
  • 4) Texto bem articulado, embora nos limites medianos de domínio da linguagem escrita do autor.
  • 5) As sugestões são plausíveis, mas expostas de maneira bastante superficial.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 120
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 160
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 160
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 720

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.